Rainha e Topper apostam em 10 artigos esportivos para praticar os esportes do momento

Imagem
Marcas do grupo BR Sports apostam em acessórios, bolas, vestuário e calçados confortáveis com preços democráticos. Fotos Divulgação   Bolas de b each volley da Rainha e de futebol da Topper estão entre as sugestões para esportes coletivos Atravessando os momentos de prática de modalidades esportivas, o estilo athleisure ganhou a preferência de diversos brasileiros que buscam conforto, praticidade e estilo em acessórios, vestuário e calçados.   Para contribuir com o bem-estar e incentivar o movimento no dia a dia, seja qual modalidade pretendida, as marcas Topper e Rainha – duas das mais tradicionais do país – apresentam uma seleção de 10 sugestões de artigos esportivos para quem é apaixonado por esportes, deseja iniciar alguma modalidade ou ainda atualizar o guarda-roupa com opções confortáveis.   A Topper tem como público-alvo jovens esportistas apaixonados por futebol e basquete. Na seleção de produtos, aposta em bolas de futevôlei e futebol de campo, luva de goleiro e

MODA: Designer de bolsas ensina 4 passos para transformar processo criativo em produto de sucesso


O especialista da eduK e designer de bolsas, Thon Shiro, sugere 4 passos para a criação artística, que podem ser aplicados por artesãos em diferentes produtos


Imagem: eduK

 

Conhecimento sobre a técnica de confecção é fundamental para o crescimento no mercado de bolsas e acessórios, mas, muitas vezes, não é o suficiente. E isso vale para qualquer produto. "Desenvolver nosso processo criativo pode se tornar um grande diferencial", garante o especialista da eduK e designer de bolsas Thon Shiro. Especialmente, porque isso vai impactar no valor final do seu produto. "Preço é a quantidade de dinheiro que seu cliente usa para comprar seu produto ou serviço. E o valor é a expectativa a mais que você cria no seu consumidor. E é isso que você tem que apresentar ao seu cliente", destaca.
 

O desenvolvimento de um estilo, de um conceito, de um design e da sua identidade de marca são os ensinamentos-chave que o Thon Shiro leva aos alunos no seu curso na eduK "Processo criativo e confecção em bolsas 2 e 1: shopper e clutch", e em diversos projetos em plataformas on-line e redes sociais, como no YouTube. E são eles que podem levar qualquer produção artesanal ao sucesso.

 

"Quando comecei a fazer e a buscar referências para desenvolver bolsas, eu tive dificuldade de trabalhar com o que encontrava, como por exemplo, o uso de marrom ou nude, porque o que eu gostava era de brilho, cores e animal print. E foi nesse momento que percebi que eu tinha que ser fiel à minha essência ou seria só mais um designer no mercado. Passei a entender que criar bolsas não era só ter um layout bonito ou uma estratégia de venda. Vai muito além disso: é no seu processo criativo que você vai colocar seu estilo. Foi quando resolvi virar a chave e trazer a minha essência para a minha produção. Mas tive até que mudar meu nicho de atuação, o que só me trouxe clientes mais cativos. Hoje, eu continuo evitando usar marrom e abuso de coisas diferentes", conta o designer.

 


Imagem: eduK

 

A história de como o próprio Thon desenvolveu o seu estilo resume as fases de um processo criativo:
 

Se abasteça de informações. Você começa a criar pela pesquisa. Quer fazer uma coleção azul, então pesquise tudo relacionado a cor;
 

Filtre todas as informações que coletou. Isso vai ajudar você a definir o que é do seu estilo. A partir daí, você consegue colocar no papel o que quer fazer, mapeando até os seus custos;

 

Pare, descanse e repense. Depois destas etapas iniciais é preciso ter uma pausa. Você bombardeou o seu cérebro nas duas etapas anteriores. Deixe as ideias esfriarem e defina só o que você quer produzir, de fato.

 

Crie. Nesta etapa você coloca a mão na massa. Só que cuidado: é quando 90% do artesão cai numa pegadinha e acaba voltando todo o seu processo criativo. Espera pelo perfeito e confunde com o mal feito, que é um erro técnico. Mas não é o mesmo que fazer algo diferente do convencional. Por exemplo, uma bolsa com uma alça mais curta em relação ao que se convencionou não é um erro e pode ser o seu estilo.

 

Sobre Thon Shiro

Formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, Thon Shiro atuou por mais de 10 anos no mercado de varejo da Moda e descobriu a sua paixão no mundo da moda através das bolsas. Atualmente, é designer de bolsas e professor, tendo como proposta ensinar o posicionamento do mercado fashion voltado para o design de bolsas. E já foi aluno da eduK, onde desenvolveu suas primeiras habilidades e conhecimentos sobre o design de bolsas.


Sobre a eduK

A eduK é uma plataforma de geração de renda que já impactou a realidade econômica de mais de 9 milhões de pessoas, auxiliando a resolver o problema da pobreza e empregabilidade no Brasil. A eduK visa devolver a mais 1 milhão de brasileiros, até 2024, a possibilidade da geração de renda e oportunidade de trabalho, seja por meio de 15 mil vagas de trabalho e benefícios divulgados por mais de 50 empresas parceiras, ou através dos 3 mil cursos ofertados em áreas como artesanato, beleza, gastronomia e negócios.




Por @oblogueirooficial



SIGA NAS REDES SOCIAIS



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE

VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Bruna Linzmeyer nua em Gabriela

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

Coleção 2Essential Pre-Summer

FuturePrint, Brother e Instituto Focus Têxtil firmam parceria para projeto de capacitação em design e estampas

Maria Klaumann é capa da revista americana V Magazine

PUMA e KidSuper unem arte e basquete no novo MB.03 de LaMelo Ball