Rainha e Topper apostam em 10 artigos esportivos para praticar os esportes do momento

Imagem
Marcas do grupo BR Sports apostam em acessórios, bolas, vestuário e calçados confortáveis com preços democráticos. Fotos Divulgação   Bolas de b each volley da Rainha e de futebol da Topper estão entre as sugestões para esportes coletivos Atravessando os momentos de prática de modalidades esportivas, o estilo athleisure ganhou a preferência de diversos brasileiros que buscam conforto, praticidade e estilo em acessórios, vestuário e calçados.   Para contribuir com o bem-estar e incentivar o movimento no dia a dia, seja qual modalidade pretendida, as marcas Topper e Rainha – duas das mais tradicionais do país – apresentam uma seleção de 10 sugestões de artigos esportivos para quem é apaixonado por esportes, deseja iniciar alguma modalidade ou ainda atualizar o guarda-roupa com opções confortáveis.   A Topper tem como público-alvo jovens esportistas apaixonados por futebol e basquete. Na seleção de produtos, aposta em bolas de futevôlei e futebol de campo, luva de goleiro e

MODA: Como produzir o que estará na próxima estação


O especialista e Embaixador das Confecções, Eduardo Cristian, explica


 


 

Produzir o que estará na próxima estação de moda envolve, uma boa combinação de análise, pesquisa, pesquisa e criatividade. Embora o line-up da São Paulo Fashion Week tenha entregado muito do que iremos ver nesta próxima estação, fica o questionamento: será que as confecções estão preparadas para produzir essas roupas?


 

Para o especialista e Embaixador das confecções Eduardo Cristian, tudo começa no painel de tendências. O setor de criação deve olhar quais são os pontos que são mais chamativos nos desfiles, e isso envolve observar itens além do tecido ou cor. É importante que o estilo também observe por exemplo o acabamento, aviamento entre outras coisas.


 

Se as maiores tendências envolverem o trabalho manual e ver como isso se encaixa no tempo dos confeccionistas, eles não podem perder o timing de confecção fazendo com que percam o de vendas também.


 

Agora quando falamos em criar algo novo ou adaptar uma tendência, é importante lembrar que tudo isso leva tempo. Para fazer alguma novidade é necessário verificar se a confecção tem o maquinário necessário, especialidade da modelista, costureira, etc. Isso porque toda confecção tem seu DNA de produção.


 

Às vezes você pode ver uma tendência na Fashion Week que não está no seu DNA e acabar perdendo o timing de produção e consequentemente de venda. Por isso na minha opinião o tempo é a coisa mais importante na confecção, explicou Eduardo Cristian.


 

"Na hora de fabricar algo novo eu acabei entendendo, que toda confecção é a medida por hora de de trabalho, hora máquina, minuto máquina, tempo de criação, tempo de modelagem , e a soma desse tempo gera um resultado que é o produto. Cada um decide como usar esse tempo, inovar e sair da zona de conforto sempre é válido desde que você leve o timing", finalizou o Embaixador da confecção.


 

Para terminar, preste atenção no que está nas passarelas, faça uma análise de mercado para entender se o produto que te chamou atenção se encaixa no seu lead time. Crie sua própria visão, embora seja importante acompanhar as tendências, também é essencial desenvolver sua própria voz e estilo. Combine as tendências com sua criatividade e identidade pessoal para criar algo único.



 

Boa pesquisa!





VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Bruna Linzmeyer nua em Gabriela

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

Coleção 2Essential Pre-Summer

FuturePrint, Brother e Instituto Focus Têxtil firmam parceria para projeto de capacitação em design e estampas

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Chegou! Enjoei inaugura segunda loja física em São Paulo com curadoria especial de marcas e peças únicas a R$ 50

PUMA e KidSuper unem arte e basquete no novo MB.03 de LaMelo Ball