IDADE MÉDIA: Europa Feudal


Os centros urbanos passavam por crises econômicas. Época de decadência no comércio, o declínio de autoridade centralizada e o deslocamento do homem para o campo. Assim surgiram os feudos, com o rendimento centralizado na produção agrícola e o poder político nas mãos dos senhores das terras. Este foi o sistema social que caracterizou a Europa Ocidental na segunda metade do primeiro milênio da era cristã.
No sistema de feudalismo, a roupa usada por mais ou menos favorecidos tinha diferença nos tecidos e nos ornamentos, porém o corte era muito semelhante entre eles. Lã ou o linho, distinguindo-se na qualidade técnica de fiação, mas os mais favorecidos chegavam a usar a seda.
A quantidade de tecido usada para elaborá-las, eram uma forma reguladora de diferenças sociais, assim como as cores. Os homens usavam a gonelle (tipo de túnica) presa ao corpo por um cinto, uma capa forrada de pele e atada ao ombro por um broche, braies (calções) com meias por baixo das túnicas e às vezes uma capa com capuz para proteção contra intempéries. As mulheres faziam uso da stola (túnicas com ou sem mangas), também presas aos ombros por broches e atadas à cintura por um cinto, a palla (lenço) e um manto longo. Os cabelos para ambos os sexos eram longos e presos para as mulheres. Os calçados eram de couro, com tiras cruzadas e amarradas nas pernas.

Comentários