Estilo Brasileiro, Walério Araújo tem muito sexo ousadia em suas criações


Walério Araújo (Lajedo, 12 de abril de 1970), cujo nome de batismo é Agnaldo Walério Ferreira de Araújo, é um estilista brasileiro. Um dos darlings do estilismo brasileiro contemporâneo, Walério Araújo foi comparado ao estilista britânico Alexander McQueen, em virtude da ousadia de suas coleções.


Entre sua clientela estão personalidades como Ivete Sangalo, Sabrina Sato, Claudia Leitte, Adriane Galisteu, Preta Gil e Elke Maravilha. Sua grife está ambientada num dos cartões postais de São Paulo, o histórico edifício Copan, no centro da capital paulistana.


Com desfiles sempre muito bem-humorados e festejados, ele apresenta temas e homenagens às vezes um tanto polêmicos, como o de março de 2005, ambientado na capela do Hospital Humberto Primo, rendendo homenagem póstuma à antológica travesti Andréia de Maio.


Cronologia:

1987 - o estilista dá início à sua carreira de forma despretensiosa: investindo em um curso por correspondência.

1989 - viaja a São Paulo pela primeira vez para um curso presencial de desenho de moda.


1990 - volta para sua terra natal de onde é logo contratado para trabalhar em uma loja de tecidos baiana. Nesse período permanece dois anos em Paulo Afonso e Salvador.

1992 - chega a São Paulo em definitivo para trabalhar na Rua São Caetano, a famosa "rua das noivas", e posteriormente na Rua 25 de Março, e permanece por dois anos como desenhista em lojas de tecido.

1994 em diante - participa por cinco anos do descolado e alternativo Mercado Mundo Mix, através do qual é selecionado e convidado por Paulo Borges a integrar o time de nove estilistas do extinto evento de moda ‘’Amni Hot Spot’’, no qual desfila suas coleções por cinco edições. Mais recentemente, o estilista é convidado a participar da cíclica semana de moda “Casa de Criadores”, na qual já apresentou 14 coleções e onde ainda permanece.


Postagens mais visitadas deste blog

MARCAS e ESTILISTAS: Paco Rabanne, o inventor da armadura dos anos 60.