MARCAS e ESTILISTAS: Ralph Lauren, um dos mais importantes estilistas do século 20.

Ralph Lauren (nascido Ralph Lifschitz, 14 de Outubro de 1939) é um desenhista de roupas norte-americano judeu cujo estilo abrange desde roupa clássica até motivos nativos norte-americanos.

Quando terminou o curso de segundo grau, em 1957, Ralph Lifshitz escreveu no anuário de sua turma, no De Witt Clinton High School, de Nova York, o que ele gostaria de ser na vida: milionário. Ele conseguiu realizar seu desejo, e em pouco mais de duas décadas juntou seu primeiro milhão de dólares. Foi como Ralph Lauren que ele se tornou um dos mais importantes estilistas do século 20.

A sofisticação, na verdade, sempre fora a sua meta. Desde adolescente, ele admirava a elegância natural do duque de Windsor, dos atores Cary Grant e Fred Astaire e da atriz Greta Garbo, gente que não precisava exibir etiquetas para se destacar. E quando viu que as portas do mundo da moda se abriam para ele, decidiu que suas roupas seriam, antes de tudo, sofisticadas.

Os anos 70, de fato, deram início a uma avalanche da grife Ralph Lauren, que passou a existir ao lado da Polo, com o lançamento de roupas infantis, perfumes, acessórios e, principalmente, sua home collection, linha de artigos para casa, de móveis antigos a lençóis, de delicados objetos de porcelana a preciosos tapetes orientais, tudo arrumado, nas lojas, de maneira tão elegante e ao mesmo tempo tão casual, que se tem a impressão de se estar numa casa cujo dono está bem ali, na sala ou no quarto ao lado.

Das roupas à decoração de interiores, na verdade, a assinatura de Ralph Lauren sempre garante, mais do que moda, um estilo de vida.

Além da alta costura, a grife Ralph Lauren também se notabiliza pelos sofisticados perfumes Polo apresentados em três versões: green, blue e black.

No Canal NBC, o sitcom Friends, Rachel Green trabalhou para escritório corporativo da Ralph Lauren, desde a quinta temporada até o clímax do episódio final, onde Rachel teve de decidir se aceitava ter um emprego em Paris ou permanecer em Ralph Lauren, em Nova Iorque. Ralph Lauren apareceu duas vezes durante a série.

Suas roupas e acessórios combinam o estilo clássico e sofisticado com o despojado e esportivo, em uma moderna interpretação americana da moda. E em sua grande maioria carregam um símbolo de puro status: um jogador de pólo e seu cavalo. Das roupas à decoração de interiores, a assinatura de RALPH LAUREN sempre garante, mais do que moda, um estilo de vida sofisticado, que explora a combinação da atitude americana, urbana e confiante, com a clássica elegância britânica.


A história

O ano era de 1964, as gravatas eram estreitas e Ralph Lauren chamava a atenção pelas quais usava, que tinham 10 centímetros de largura. Algumas lojas se interessaram pela novidade e ele, que não era um designer, mas tinha ótimas idéias, conseguiu convencer seu empregador a produzir algumas gravatas mais largas. Passo a passo, os pedidos foram aumentando: as gravatas, em seda italiana e feitas à mão, custavam o dobro das outras, mas vendiam sem parar. Porém, quando uma nova administração encarregou-se dos negócios da empresa, a invenção de Ralph foi descartada. Foi então que ele se transferiu para uma empresa maior, a Beau Brumell, também de moda masculina, que decidiu criar uma marca para suas gravatas. Inspirado na sofisticação do jogo de pólo à cavalo, Lauren criou uma coleção de gravatas listradas, a qual nomeou Pólo. O nome derivava de um esporte que simbolizava um universo de estilo clássico e elegância discreta, principais virtudes da marca

A sofisticação, na verdade, sempre fora a sua meta. Desde adolescente ele admirava a elegância natural do duque de Windsor, dos atores Cary Grant e Fred Astaire e da atriz Greta Garbo, pessoas que não precisavam exibir etiquetas para se destacarem. E quando viu que as portas do mundo da moda se abriam para ele, decidiu que suas roupas seriam, antes de tudo, sofisticadas. Em sociedade com um de seus irmãos, fundou sua grife em 1967 com o nome de Polo Fashions, inicialmente produzindo apenas gravatas - cujas vendas no primeiro ano, somaram mais de US$ 500 mil. Não demorou muito para ele resolveu começar a produzir sua primeira linha de roupas masculinas, com os ombros naturais no estilo IVY LEAGUE. Clássica, mas contemporânea, a coleção foi um verdadeiro sucesso. Nesta época, 1969, já com o nome RALPH LAUREN, a marca possuía uma loja (na verdade um espaço de exposição) dentro da luxuosa loja de departamento Bloomingdale’s. O emblema da POLO foi visto pela primeira vez em 1970 numa linha de roupas feminina.


No ano seguinte uma loja exclusivamente da marca, que vendia roupas masculinas e femininas, foi aberta na chique e sofisticada Beverly Hills, tornando Ralph Lauren o primeiro estilista a abrir loja própria. Neste mesmo ano, chegava também a vez das mulheres usarem RALPH LAUREN, começando pelas camisas e logo chegando a um guarda-roupa completo (suéteres Fair Isle, saias pregueadas, camisas sem gola, vestidos de veludo com gola de renda, calças e saias de flanela), inspirado nos trajes ingleses de montaria. Mas, desta vez, a reação não foi boa - tudo era lindo, mas parecia uma versão feminina das peças para homens. Em 1972 a famosa camisa pólo, confeccionada em malha piquê, aparecia pela primeira vez com o símbolo da marca (um jogador de pólo montado em seu cavalo), podendo ser encontrada em 24 cores diferentes. A campanha publicitária “Every team has its color - Polo has 24” (Todo time tem sua cor - Pólo tem 24) foi lançada nessa mesma época. Rapidamente a camisa pólo se tornou um clássico americano e mania mundial. Nenhuma outra camisa conseguiu conjugar tão bem qualidade e variedade.

A se marca tornou conhecida em todo o mundo pela sofisticação de seus produtos, mas foi em 1974 que Rauph Lauren ganhou maior visibilidade internacional e provou seu estilo atemporal quando vestiu o ator Robert Redford no filme O Grande Gatsby. Lauren já criava coleções femininas, mas foi apenas em 1977 que consagrou esta linha ao criar o figurino que a atriz Diane Keaton usou no filme Annie Hall, de Woody Allen, exibido no Brasil como Noivo Neurótico, Noiva Nervosa. Apesar de já terem sido apresentadas inúmeras coleções femininas com saias e vestidos, sua marca registrada são as calças cáqui, camisas sociais brancas e mocassins do tipo penny loafer.

Os anos 70, de fato, deram início a uma avalanche da grife americana, que passou a existir ao lado da POLO, com o lançamento de roupas infantis, perfumes, acessórios e, principalmente, sua “home collection”, uma linha de artigos para casa, composta por itens que iam desde móveis antigos a lençóis, de delicados objetos de porcelana a preciosos tapetes orientais - tudo exposto nas lojas de maneira tão elegante e ao mesmo tempo tão casual, que se tinha a impressão de estar em uma casa cujo dono estava bem ali, na sala ou no quarto ao lado. Em 1981, Ralph Lauren se tornou o primeiro estilista americano a abrir loja na Europa, mais especificamente na cidade de Londres, em plena New Bond Street. A loja de Londres se tornou um grande sucesso, difundindo a marca pelo continente europeu. A loja de Paris foi inaugurada em 1986, tornado-o o primeiro estilista americano a possuir loja exclusiva na Cidade Luz. Nos anos seguintes, a grife americana diversificou sua linha de produtos ingressando em outros segmentos, lançando uma infinidade de perfumes, trajes esportivos, bagagens, óculos, objetos de couro, roupa de baixo e tapetes, outras marcas como a POLO SPORT e inaugurando lojas nas principais cidades cosmopolitas do mundo. Com isso, colocou ao alcance da classe média americana produtos com um quê de aristocracia.

Em 1999, a RALPH LAUREN adquiriu por US$ 80 milhões a canadense Club Monaco, marca com linhas de roupa, objetos de decoração, acessórios e cosméticos voltada para pessoas modernas e jovens. Na época a marca tinha 56 lojas no Canadá e 13 nos Estados Unidos. O tradicional cavalinho que é símbolo da marca inspirou há alguns anos a criação da coleção Big Pony, com peças de edição limitada com o cavalo em versão maior. A coleção foi um verdadeiro sucesso de vendas que passou a fazer parte da linha regular de produtos da marca. Em continuidade aos seus planos de expansão internacional, a RALPH LAUREN inaugurou em 2008 uma luxuosa boutique na Avenue Montaigne, em Paris, uma das ruas de maior prestígio para as marcas de luxo no mundo. A loja, voltada exclusivamente para o segmento feminino, reúne apenas as coleções de moda e acessórios, utilizando os elementos mais luxuosos da marca. Na loja são vendidas as bolsas Ricky, desenhadas pela mulher do estilista, Ricky Lauren. A bolsa em couro de crocodilo, cujo preço atinge facilmente 20 mil euros, é vendida somente sob encomenda, com quatro meses de prazo para a entrega.


Enquanto isso, a divisão de jóias e relógios da RALPH LAUREN, criada em parceria com a Compagnie Financière Richemont S.A., apresentou a sua primeira coleção em janeiro no Salão Internacional da Alta Relojoaria, em Genebra. Também nesta época a marca americana inovou de forma criativa com o lançamento do kit “Paint Your Own Polo”, que incluia uma camisa pólo lisa, tintas coloridas, pincéis, carimbos e outros materiais para que a criança pudesse customizar a peça. Outro atrativo era que 100% do valor arrecadado foi destinado à uma instituição que cuida de crianças com câncer. Recentemente a marca inaugurou o sofisticado restaurante Ralph’s dentro da boutique em Paris, localizada em Saint Germain, um bairro super chique da cidade.


A linha do tempo

1972

● Lançamento da linha de acessórios e calçados.

1978

● Lançamento da coleção de colônias masculinas, entre elas a colônia pós-barba (Polo for Men After Shave Balm) e o famoso perfume POLO for Men, além da colônia feminina Lauren, sendo a primeira vez que um perfume masculino e um feminino eram lançados ao mesmo tempo. O sucesso do perfume masculino foi imediato e, mais de 30 anos após seu lançamento, POLO for Men (aquele acondicionado em um vidro verde) ainda possui fiéis seguidores, mantendo a liderança no mercado masculino de perfumes.

● Introduziu o estilo campestre: saias de brim usadas sobre camadas de anáguas de algodão branco; casacos franjados de camurça; cintos de couro; e blusas leves de mangas bufantes.

● Lançamento da linha de roupa voltada para crianças, iniciando a longa tradição da marca neste segmento. Atualmente a linha conta com duas marcas, RALPH LAUREN CHILDREN e BABY, divididas em Boys, Girls e Baby (incluindo recém-nascidos).

1980

● Apresentação de capinhas com capuz; blusas de linho com babados; camisas de madras, e saias rodadas, como parte de sua moda inspirada nos pioneiros americanos.

1982

● Lançamento de uma linha de malas.

● Inauguração do primeiro Outlet (POLO Ralph Lauren Factory Store) da marca na cidade de Lawrence no estado do Kansas, vendendo produtos com pequenos defeitos e fora de coleção por preços mais em conta.

1983

● Lançamento da coleção RALPH LAUREN HOME, composta por toalhas de banho e mesa, colchas, lençóis e papel de parede, sendo o primeiro estilista a lançar linhas específicas nesse segmento.

1987

● Lançamento da POLO GOLF, marca especificamente voltada para o tradicional e chique esporte. A versão feminina da marca (Ralph Lauren Golf) foi introduzida em 1998.

1990

● Lançamento do perfume Safari na versão feminina. Depois do anúncio que o perfume tinha sido eleito “Perfume do Ano” nos Estados Unidos, as vendas no dia seguinte na Loja de departamento Bloomingdale’s alcançaram US$ 11 mil. A versão masculina seria introduzida dois anos depois.

1993

● Introdução da marca POLO SPORT, com roupas e acessórios mais esportivos, inaugurando a primeira loja no endereço 888 Madison Street em Nova York. A versão feminina foi lançada em 1996. A marca foi descontinuada em 2005, e apenas a linha de perfumes continua a ser comercializada.

● Lançamento da RRL (se pronuncia DoubleR L), uma linha de roupas (especialmente jeans) e acessórios vintage inspirada no rancho do estilista, localizado no estado do Colorado. Os produtos evocam o mais clássico estilo americano.

1994

● Lançamento da marca Purple Label, uma linha de roupas clássicas no estilo inglês. A linha é composta por ternos, paletós, sobretudos, camisas sociais e calçados.

1995

● Lançamento da RALPH LAUREN PAINT, uma sofisticada linha de tintas para decoração, inicialmente produzida pela Sherwin Williams. Atualmente a linha oferece 500 opções de cores, e é comercializada nas principais redes de varejo dos Estados Unidos.

1996

● Lançamento da marca POLO Jeans Co., composta por uma linha casual para consumidores mais jovens. Atualmente esta marca se chama POLO Denim, sendo vendida basicamente em lojas de departamento e na Europa.

1998

● Lançamento da linha RLX (abreviação de Ralph Lauren Extreme), uma marca autêntica e especificamente técnica para a prática de esportes ao ar livre como tênis, golfe, esqui, vela e alpinismo.

1999

● Lançamento da marca Ralph by Ralph Lauren, composta por uma linha de roupas feminina para jovens entre 16 a 25 anos.

● Inauguração do chique Restaurante RL em uma área adjacente a loja de Chicago, a maior da marca no mundo.

● Lançamento do perfume feminino Romance. A versão masculina seria lançada pouco depois.

2000

● Lançamento do comércio on-line (www.polo.com), sendo a primeira marca de luxo americana a disponibilizar este tipo de serviço.

● Lançamento do perfume feminino Ralph, que nos anos seguintes ganhou variações como Cool (2004), Hot (2006), Rocks (2006) e Wild (2008).

● Lançamento da coleção PINK PONY, onde cada peça tem estampado o famoso cavalinho da marca na cor rosa. Parte da arrecadação dos produtos desta linha é destinada à Pink Pony Foundation, entidade criada pelo estilista e que cuida de mulheres que sofrem desse problema.

2001

● Lançamento do perfume feminino Glamorous.

2002

● Lançamento do perfume masculino POLO Ralph Lauren Blue, sinônimo de “sensação azul cristalina” para o jovem urbano.

2003

● Lançamento do perfume feminino Ralph Lauren Blue, uma fragrância fresca e sexy, consolidando a sua assinatura no mercado feminino de perfumes.

● Lançamento dos perfumes masculinos Romance Silver e Purple Label.

2004

● Lançamento da marca RALPH LAUREN RUGBY, composta por uma ampla linha de roupas voltada para um público universitário e jovem entre 16 e 25 anos. A primeira loja da marca foi inaugurada na cidade de Boston. Hoje em dia a marca possui 11 lojas em solo americano.

● Lançamento do perfume feminino Lauren Style.

2005

● Lançamento do perfume Ralph Lauren Black.

● Lançamento do perfume feminino Pure Turquoise.

2006

● Lançamento do perfume masculino Double Black.

2007

● Lançamento do POLO Explorer, um perfume amadeirado para um homem aventureiro que está à procura de ousadia e estímulo.

● Lançamento da LAUREN Spa, uma linha de roupas para cama feitas com materiais 100% orgânicos.

2008

● A marca, com a esperança de atrair o público jovem, lançou no mercado seu novo perfume chamado POLO Modern Reserve.

● Lançamento do perfume feminino LOVE.

2009

● Lançamento de sua primeira coleção de relógios de luxo. O resultado é uma coleção com três peças que traduzem a visão de Ralph Lauren sobre o que é luxo atemporal. Os relógios custam a partir de US$ 9 mil.

● Lançamento da coleção de perfumes masculinos POLO Red, White e Blue.

2010

● Lançamento da POLO BIG PONY FRAGRANCE COLLECTION, onde pela primeira vez a marca apresentou simultaneamente quatro fragrâncias masculinas fazendo referência aos quatro jogadores que compõem um time de pólo, ícone da marca. A linha é comercializada em vidros coloridos e numerados de 1 a 4: Esporte (azul), Sedução (vermelho), Aventura (verde) e Estilo (laranja).


O gênio por trás da marca

Ralph Lipschitz Lauren nasceu em 14 de outubro de 1939 na cidade Nova York. O sobrenome, herança familiar de imigrantes russos da cidade de Minsk, foi trocado por Lauren, por ser mais fácil de pronunciar e ser lembrado (Ló-ren, igual ao da atriz italiana Sophia). Décadas depois seu nome passou a ser sinônimo de elegância natural e estilo duradouro. “Minha meta é desenhar de modo a atingir a melhor realidade imaginável”. Com essas palavras, descreve sua busca criativa, mola propulsora de seu império internacional. Lauren é daqueles que começaram do nada. O que o pai, um judeu ortodoxo, ganhava como pintor de paredes e de murais, só permitia ao jovem Ralph vestir-se com roupas de segunda mão, refugos de uniformes militares que ele combinava com velhos paletós de tweed, estilo que fazia muito sucesso na classe média do violento bairro do Bronx em Nova York, onde moravam os Lifshitz - pai, mãe, três filhos e uma filha.


Para ajudar nas despesas da casa, ainda enquanto estudava, o futuro estilista trabalhou na área de devolução de peças de uma loja de departamentos. Mais tarde, depois de servir o exército, foi vendedor da Brooks Brothers, tradicional loja de moda masculina, durante uma temporada de Natal. Na época, Lauren fazia um curso de administração de empresas, à noite, e quando terminou seu trabalho na loja onde ele tinha vontade de comprar tudo, passou a vender luvas. Mas não demorou a tornar-se o vendedor regional de Nova York para Abe Rivetz, produtor de gravatas de Boston. E aí começou a nascer o seu gosto pela criação de moda. Apesar de viver no mundo da moda, não é dos freqüentadores mais entusiasmados de suas festas, nas quais, ele ironiza, a palavra de ordem é “que-ri-di-nha!”. O que importa, Ralph diz, é o seu trabalho, e não suas performances sociais, fracas, segundo ele, que não tem o que chama de “conversa de coquetel”. O que importa é continuar fazendo sua moda de classe, que permite a ele a melhor definição que tem sobre seu trabalho: “Eu não vendo roupas, ou objetos de casa, eu vendo sonhos”. Dono de um império o estilista se dá ao luxo de ter as casas com as quais sempre sonhou, assim como os carros, uma de suas grandes paixões, e um padrão de vida que combina conforto, privacidade e exclusividade. Conhecido também por suas obras filantrópicas, em 1996 foi agraciado com o prêmio 1º Humanitarian Award, entregue pela princesa Diana. Numa de suas campanhas, arrecadou mais de US$ 2 milhões para pesquisas de câncer de mama e Aids. Por tudo isso, ele é reconhecido internacionalmente não só por seu estilo, mas também por seu caráter benemérito.


A marca no mundo

A empresa é proprietária de marcas como POLO, CHAPS, LAUREN e Club MONACO, possuindo 179 lojas próprias (65 delas da marca RALPH LAUREN e localizadas nos Estados Unidos), 171 lojas no conceito Outlet (137 em solo americano) e mais 281 concessões espalhadas por 35 países, além de ter seus produtos vendidos em grandes lojas de departamentos e multimarcas ao redor do mundo, somando 9.000 pontos de venda e empregando 19 mil funcionários. A loja âncora (Flagship Store) mais famosa da marca está localizada na famosa mansão Rhinelander na luxuosa Madison Avenue em Nova York. A marca ainda possui lojas âncora em Chicago, East Hampton, Londres, Miami, Milão, Palm Beach e Tóquio. Hoje me dia a marca RALPH LAUREN comercializa uma enorme linha de produtos, como roupas, calçados, perfumes, bagagens, roupas de cama, móveis, óculos, relógios, tapetes e até acessórios para cachorros.

Você sabia ?

● Sua tradicional e famosa linha de perfumes é produzida sob licença pela L’Óreal.

● O estilista Ralph Lauren controla cerca de 90% da empresa.

Postagens mais visitadas deste blog

MARCAS e ESTILISTAS: Paco Rabanne, o inventor da armadura dos anos 60.