DESIGN: uma breve história da moda.


  Século XX - Anos 80

 Em 1980 o look exagerado, poderoso, para as novas fortunas do mercado de ações. Os ombros são marcados por ombreiras enormes; a cintura e os quadris também são marcados nessa época. As mulheres tornam-se adeptas dos básicos inspirados no guarda-roupa masculino. O blazer é a peça de resistência. Qualquer coisa com a grife Chanel é objeto de desejo e as bijuterias começam a balançar enormes. A mini-saia reina soberana e a princesa Diana começa a ditar moda. Também a moda punk que nasceu no final dos anos 70 reflete-se nos penteados e vestimentas e a moda disco-glitter também afina durante vários anos. Os “new wave”, chamados os conjuntos punk, refletiam-se nas passagens de modelos.

 A moda tinha-se tornado definitivamente internacional. A Alta-Costura francesa deixou de ser a tendência dominante. Em todos os países do mundo começaram a desenvolver-se estilos próprios, que eram adotados além das próprias fronteiras. A Inglaterra, a Itália e a Alemanha tornaram-se verdadeiros países produtores de moda. Os EUA enviam para a Europa um vestuário clássico e desportivo, enquanto que do Japão nos chegam tendências vanguardistas.

 O estilo imposto pelos japoneses, com roupas fora de forma e modelagem, amassadas e inspiradas na pobreza, chocou de início, mas acabou contaminando a moda internacional.

 A moda começou a integrar cada vez mais elementos lúdicos. O estilo pós-moderno, que marcou todas as formas de arte da década de 80, marcou também o design de moda.

 Foi recriada a moda fetiche e o brilho algo frívolo dos clubes noturnos e das estrelas de Hollywood, que também contribuiu para introduzir elementos desportivos na moda dos anos 80. Ao contrário do que possa parecer, estes dois estilos não se excluem necessariamente um ao outro, mas completam-se. Têm até algo em comum, ou seja, um grande interesse pelo corpo. Nos anos 80 começou uma verdadeira onda de fitness, uma verdadeira invasão aos ginásios. A descoberta dos benefícios da ginástica acabou levando os tecidos, conceitos e modelagens das academias para o dia-a-dia.

Comentários