DESIGN: uma breve história da moda.


 
Século XX - Anos 70

 A moda dos anos 70 caracterizava-se por uma politização muito forte do público, impulsionando principalmente palas camadas mais jovens. Esta fase foi também impulsionada de modo decisivo pelo movimento feminista, a mulher lutava cada vez mais por seus direitos.

 Nesta década, a moda colocava-se como meio democrático de expressar uma opinião. Registraram-se então desenvolvimentos interessantes no ramo da Alta-Costura. Aliás muitos dos grandes estilistas dos dias de hoje, como por exemplo Thierry Mügler, Kenzo, Issey Miyake, Vivienne Westwood e Ralph Lauren, começaram suas carreiras nessa altura. No entanto, foi sobretudo o movimento Hippie com o seu vestuário ecologicamente consciente e anti-conformista que marcou uma grande parte da moda. Algodões estampados com pequenas flores, anáguas com encaixes de renda, chapéus de palha adornados com flores, cabelos suavemente ondulados.

 Os jovens vestiam jeans bordados de flores, pantalonas tipo "oxford" e saias longas e vaporosas até ao chão. Materiais mais sinuosos e suaves invadem o mercado, tecidos para todos os tipos de roupas e peças coladas ao corpo, realçando a silhueta natural. As mulheres assumem cargos anteriormente ocupados somente por homens, surgem as roupas formais com um deliberado corte masculino e visual unissex. Existe uma preocupação com a saúde, as pessoas adotam um estilo de vida mais simples, como comunidades agrícolas para produzir alimentos macrobióticos.

 Em meados dos anos 70 apareceu o punk-rock, um estilo de música que se insurgia contra tudo que estivesse ligado aos valores burgueses. O punk era uma música de rua e os seus fãs vestiam-se a condizer. O movimento teve um papel muito importante, sobretudo para os jovens desempregados sem perspectivas de vida. O objetivo dos punks era alertar a sociedade para os problemas existentes, adotando uma posição de protesto muito ofensiva e usando a sua forma de vestir para a acentuar. Usavam t-shirts seguras por meio de alfinetes-de-ama e calças justas xadrez, bem como casacos ou fatos de couro enfeitados com frases anarquistas, maquiagens berrantes, coleiras de cão à volta do pescoço e grilhetas de prisioneiros presas aos tornozelos. Os cabelos eram penteados no cimo da cabeça.

 A grosso modo, a moda dos anos 70 caracterizou-se por um desejo de autenticidade, de regresso ao natural e de auto-realização.

Comentários