DESENHO TÉCNICO DO VESTUÁRIO: a representação do caimento.


 Os modelistas são os intérpretes dos modelos criados pelos designers. Além dos aspectos técnicos do vestuário, uma importante informação que auxilia o profissional da área de modelagem para fazer a interpretação do desenho concebido pelo designer é a demonstração do caimento da matéria-prima têxtil em função do modelo.

 Normalmente, o caimento do tecido é uma informação que dificilmente pode ser representada graficamente caso se considere o vestuário esticado sobre superfície plana. Percebe-se, então, que a representação técnica do caimento da peça só é possível nos casos em que se considere o vestuário apoiado sobre a base de corpo ou de manequim técnico.

 Todos os autores concordam quanto à importância da representação do caimento no desenho técnico do vestuário. Mesmo aqueles que defendem ou trabalham com os conceitos de princípios e fundamentos relacionando a construção do desenho técnico do vestuário considerando o produto esticado sobre superfície plana, acabam afirmando que em situações onde há a existência de elementos como pregas, franzidos, babados, drapeados e outros tipos de detalhes mais específicos, torna-se necessário o uso de recursos gráficos que demonstrem as dobras e a volumetria da matéria-prima têxtil.

 É provável que a aplicação desses critérios apontados, tenha como principal meta a busca de meios que facilitem o profissional da área de modelagem a interpretar melhor os aspectos de vestibilidade do traje, é necessário a aplicação de dobras como recurso na representação do comportamento do caimento da matéria-prima têxtil sobre o corpo.

Comentários