Rainha e Topper apostam em 10 artigos esportivos para praticar os esportes do momento

Imagem
Marcas do grupo BR Sports apostam em acessórios, bolas, vestuário e calçados confortáveis com preços democráticos. Fotos Divulgação   Bolas de b each volley da Rainha e de futebol da Topper estão entre as sugestões para esportes coletivos Atravessando os momentos de prática de modalidades esportivas, o estilo athleisure ganhou a preferência de diversos brasileiros que buscam conforto, praticidade e estilo em acessórios, vestuário e calçados.   Para contribuir com o bem-estar e incentivar o movimento no dia a dia, seja qual modalidade pretendida, as marcas Topper e Rainha – duas das mais tradicionais do país – apresentam uma seleção de 10 sugestões de artigos esportivos para quem é apaixonado por esportes, deseja iniciar alguma modalidade ou ainda atualizar o guarda-roupa com opções confortáveis.   A Topper tem como público-alvo jovens esportistas apaixonados por futebol e basquete. Na seleção de produtos, aposta em bolas de futevôlei e futebol de campo, luva de goleiro e

Peça Rara Brechó leva economia circular para esquina badalada de Ipanema


Loja Peça Rara Brechó Ipanema - crédito: Peça Rara Brechó divulgação
 

 

A rede de franquias Peça Rara, fundada há quase 17 anos, é uma das principais marcas no segmento de second hand (uso de segunda mão). Com mais de 150 lojas comercializadas pelo país, a marca inaugura a 1ª loja num dos bairros mais icônicos do Rio de Janeiro – Ipanema.

 

O novo espaço foi aberto com a presença da eterna Garota de Ipanema, Helô Pinheiro e a atriz e sócia do Peça Rara, Deborah Secco. A loja com 270m² e setores feminino, masculino e infantil, fica na Rua Prudente de Morais, 1102, esquina com a Rua Maria Quitéria. Helô terá uma arara de roupas na loja.
 

Roberta e Fernando Castellões - foto: Peça Rara Brechó divulgação
 

Roberta Castellões estava buscando uma alternativa para empreender porque o seu ciclo na empresa tinha fechado. Até o mês passado, era Gerente de Talent Aquisition numa multinacional que atendia LATAM. "São quase 20 anos de Recursos Humanos. Decidi que estava na hora de mudar, mas também era claro que eu não teria uma ideia inovadora, que pudesse colocar em prática. Então pensei que franquia seria algo que faria sentido, porque já é um modelo de negócio testado, que a gente sabe que tem tudo para dar certo".

"Comecei a pesquisar franquias, conversei com muita gente, conheci alguns modelos de negócio, mas nada me fez abrir mão da carreira. A estabilidade e o sucesso sempre pesaram na minha decisão. Até que um dia, cheguei ao Peça Rara. Estudei e me aprofundei no assunto moda circular. Foi aí que percebi que era algo que eu já praticava com meus filhos - colocar peças pra vender, reaver o dinheiro, mas tbem doar. Ter esse olhar menos consumista e comprar de fato só que eu vou usar. Eu não decidi abrir uma franquia de brechó. Eu queria algo que conversasse com o que que fazer nos próxios 40 anos. E aí cheguei no Peça Rara", explica a franqueada.

 

Fernando Castellões, marido e sócio de Roberta, ao contrário da esposa, se mantém no mercado corporativo. Esse é o primeiro empreendimento do casal. "Ver o projeto se materializando, tomando forma é muito especial. O Peça Rara para nós é muito mais do que uma loja, é uma nova forma de impactar positivamente a comunidade em que estamos inseridos. E está sendo muito especial ver o carioca abraçando essa ideia. A quantidade de peças que recebemos superou muito as nossas expectativas", completa Roberta.

 

Diferente de um brechó tradicional, os itens do Peça Rara são distribuídos pelo espaço em araras e móveis que fazem com que todas as peças sejam encontradas facilmente. Todos os itens são separados por setores, incluindo feminino, infantil, masculino e, em algumas unidades, casa. Em média, os descontos podem chegar a até 50%, proporcionando uma oportunidade aos que desejam economizar. É possível comprar um look completo, com camisa, calça e sapato por R$ 150, em média.

 

A operação consiste em o consumidor deixar roupas ou itens de casa "sem uso" em consignação e voltar para buscar o valor arrecadado ou ficar com créditos que podem ser utilizados na própria loja. São peças únicas que passam por uma curadoria visando uma nova utilização do bem. Os itens que não passam pelo controle de qualidade têm dois caminhos – o fornecedor pode retirar ou doar para os bazares do Instituto Eu Sou Peça Rara. O que vai para o instituto é colocado à venda com preços simbólicos de R$ 5 a R$ 50 e os valores são doados integralmente às causas sociais apoiadas pelo Peça Rara.

 

"O consumo consciente é uma mudança de hábitos, uma virada de chave, um novo estilo de vida. Então, é importante pensar sempre em reusar, reciclar e reparar os itens. Ao incentivar a reutilização e a redução do descarte de mercadorias, impactamos significativamente o ciclo de vida dos produtos comercializados e promovemos o consumo consciente. Essa abordagem vem sendo cada vez mais aceita pelos consumidores, que buscam marcas que tenham um propósito claro e onde ele se aplica. Acreditamos em um novo estilo de vida, por meio de uma sociedade comprometida com a sustentabilidade e a responsabilidade social", explica a CEO e fundadora do Peça Rara, Bruna Vasconi. 

 

Expansão

O Rio de Janeiro é um dos estados em destaque para a expansão da marca em 2024. Temos oportunidades na capital e outros municípios a partir de 80 mil habitantes, como Niterói, Macaé, Belford Roxo, São João do Meriti, Duque de Caxias, Laje do Muriaé, Campos dos Goytacazes, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Nilópolis, Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis, Angra dos Reis e Barra Mansa, entre outros. São cerca de 40 localidades, que vão se somar três primeiras lojas no Estado – Barra da Tijuca, Tijuca e agora, Ipanema tiveram investimentos por volta de R$ 2 milhões.

 

Mercado

Segundo o ThredUp 2023 Resale Report, estima-se que o mercado global de vestuário segunda mão cresça 3 vezes mais rápido que o mercado de vestuário em geral. Até 2027 é previsto que o segmento dobre de tamanho e alcance U$S 350 bilhões. Já a consultoria Accenture projeta que a economia circular pode movimentar US$ 4,5 trilhões (cerca de R$ 22 trilhões) até 2030 e gerar 4,8 milhões de empregos na América Latina e Caribe.

 

 

Ficha Técnica do Peça Rara Brechó  

Ano de fundação: 2007  

Início da operação da franquia: 2019

Número de lojas: 150 unidades vendidas  

Investimento total (já incluindo taxa de franquia, showroom e capital de giro): R$ 330 mil - loja de 240m²

Faturamento médio mensal: R$ 190 mil

Lucro médio mensal: 10 a 17%

Prazo de retorno: de 14 a 20 meses

Royalties: 6% do faturamento bruto

Taxa de Publicidade: 2% em todos os formatos  

Tamanho da loja: a partir de 240m² (segmento Feminino e Infantil)

Número de funcionários: de 8 a 14, conforme o tamanho da loja  

Prazo de Contrato: 5 anos em todos os formatos

 

Uma das principais marcas do segmento de moda circular e com quase 17 anos de atividade, a rede de franquias dá vida nova e ressignifica além de moda feminina, masculina e infantil, itens de decoração e móveis. A marca que nasceu em Brasília e atualmente com mais de 150 lojas comercializadas por todo o país, tem como propósito um novo estilo de vida, permeado pela sustentabilidade e a responsabilidade social por meio do conceito second hand (uso de segunda mão), que promove a economia circular e o consumo consciente. O Peça Rara Brechó está em processo de expansão, com meta de chegar a 300 lojas até o final de 2024.






VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Bruna Linzmeyer nua em Gabriela

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Coleção 2Essential Pre-Summer

Chegou! Enjoei inaugura segunda loja física em São Paulo com curadoria especial de marcas e peças únicas a R$ 50

Agenda ESG ganha destaque na moda com foco em governança, responsabilidade social e ambiental

FuturePrint, Brother e Instituto Focus Têxtil firmam parceria para projeto de capacitação em design e estampas