Rainha e Topper apostam em 10 artigos esportivos para praticar os esportes do momento

Imagem
Marcas do grupo BR Sports apostam em acessórios, bolas, vestuário e calçados confortáveis com preços democráticos. Fotos Divulgação   Bolas de b each volley da Rainha e de futebol da Topper estão entre as sugestões para esportes coletivos Atravessando os momentos de prática de modalidades esportivas, o estilo athleisure ganhou a preferência de diversos brasileiros que buscam conforto, praticidade e estilo em acessórios, vestuário e calçados.   Para contribuir com o bem-estar e incentivar o movimento no dia a dia, seja qual modalidade pretendida, as marcas Topper e Rainha – duas das mais tradicionais do país – apresentam uma seleção de 10 sugestões de artigos esportivos para quem é apaixonado por esportes, deseja iniciar alguma modalidade ou ainda atualizar o guarda-roupa com opções confortáveis.   A Topper tem como público-alvo jovens esportistas apaixonados por futebol e basquete. Na seleção de produtos, aposta em bolas de futevôlei e futebol de campo, luva de goleiro e

CULTURA: MAM São Paulo promove seminário para debater a atuação dos museus de arte moderna do Brasil


A edição mam debate 2023 convida representantes dos museus de arte moderna do país para ampliar a conversa sobre as singularidades destas instituições. Programação inclui, também, debate com especialistas em educação e arte, e apresentação de duas publicações celebrativas do MAM São Paulo


Fachada do MAM São Paulo. Foto: Ding Musa



No ano em que comemora 75 anos, o Museu de Arte Moderna de São Paulo organiza um seminário para debater a constituição e atuação dos museus de arte moderna no Brasil. O evento mam debate 2023: MAM 75 é aberto ao público e acontece em 23 de novembro, quinta-feira, no Auditório Lina Bo Bardi, no museu, com transmissão ao vivo através do canal do MAM no YouTube.

A primeira mesa do seminário, intitulada Museus de arte moderna no Brasil: coleção e formação de acervos, reúne Cauê Alves, curador-chefe do MAM São Paulo,  Daniel Rangel, diretor artístico do MAM Bahia, Mabel Medeiros, diretora artística do MAMAM Recife, e Pablo Lafuente, diretor artístico do MAM Rio. Juntos, os representantes dos museus de arte moderna do país irão refletir sobre as situações singulares das coleções de cada instituição, além de explorar suas origens, propostas e ações – curatoriais e educativas.

Na conversa intitulada Educação, criação e experimentação no espaço moderno, segunda do programa, serão considerados perspectivas e casos de ação educacional em instituições que lidam com a arte moderna, concentrando-se especialmente no aspecto experimental e assertivo de diferentes propostas. A mesa conta com Claudio Rubino, coordenador de projetos socioculturais do Instituto Tomie Ohtake, Gleyce Kelly Heitor, diretora de educação do Instituto Inhotim,  Izabela Pucu, coordenadora geral da Plataforma Mário Pedrosa e d'A Cooperativa Cultural, e Mirela Estelles, coordenadora do educativo do MAM São Paulo.

A programação do seminário também traz uma breve conversa sobre as duas publicações comemorativas que o MAM São Paulo irá lançar em dezembro deste ano. Na mesa Conversa sobre livros comemorativos: MAM 75 anos e Jardim de Esculturas 30 anos, German Alfonso Nunez, pesquisador responsável pela organização do livro sobre os 75 anos do MAM, e Pedro Nery, museólogo do MAM e co-autor do texto principal do livro sobre os 30 anos do Jardim, apresentam as novas publicações. São dois livros bilíngues que serão vendidos em conjunto: o primeiro, MAM São Paulo: Setenta e cinco anos de história, reúne cerca de 50 textos que remontam e evidenciam diferentes narrativas sobre a trajetória da instituição; e o segundo, MAM São Paulo: Trinta anos do Jardim de Esculturas, inclui um texto que aborda os aspectos históricos e contemporâneos da ocupação desse espaço, verbetes sobre cada obra presente em sua configuração atual, e conta também com um ensaio inédito do fotógrafo Mauro Restiffe. Durante o seminário, será disponibilizada uma lista de pré-lançamento na Loja física do MAM para receber o box em dezembro.

Moacir dos Anjos, coordenador-Geral do Museu do Homem do Nordeste, Fundação Joaquim Nabuco, em Recife, e curador, encerra o seminário com uma fala sobre Perspectivas para o MAM. Além de já ter atuado como diretor do MAMAM (2001–2006), Moacir do Anjos foi responsável pela curadoria do Panorama de Arte Brasileira do MAM São Paulo em 2007. Sua vasta experiência e produção institucional irão complementar o debate com provocações e questionamentos acerca do futuro de instituições modernas como o MAM São Paulo.

Fundado em 1948, o Museu de Arte Moderna de São Paulo é uma sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos. Sua coleção conta com mais de 5 mil obras produzidas pelos mais representativos nomes da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira. Tanto o acervo quanto as exposições privilegiam o experimentalismo, abrindo-se para a pluralidade da produção artística mundial e a diversidade de interesses das sociedades contemporâneas.

O Museu mantém uma ampla grade de atividades que inclui cursos, seminários, palestras, performances, espetáculos musicais, sessões de vídeo e práticas artísticas. O conteúdo das exposições e das atividades é acessível a todos os públicos por meio de visitas mediadas em libras, audiodescrição das obras e videoguias em Libras. O acervo de livros, periódicos, documentos e material audiovisual é formado por 65 mil títulos. O intercâmbio com bibliotecas de museus de vários países mantém o acervo vivo.

Localizado no Parque Ibirapuera, a mais importante área verde de São Paulo, o edifício do MAM foi adaptado por Lina Bo Bardi e conta, além das salas de exposição, com ateliê, biblioteca, auditório, restaurante e uma loja onde os visitantes encontram produtos de design, livros de arte e uma linha de objetos com a marca MAM. Os espaços do Museu se integram visualmente ao Jardim de Esculturas, projetado por Roberto Burle Marx e Haruyoshi Ono para abrigar obras da coleção. Todas as dependências são acessíveis a visitantes com necessidades especiais.

Serviço:
mam debate 2023: MAM 75
Local: Auditório Lina Bo Bardi, no MAM São Paulo
Data: 23 de novembro de 2023, quinta-feira, das 10h às 18h
Gratuito
Inscrições via Sympla


Programação:

  • 10h às 12h - Mesa 1 | Museus de arte moderna no Brasil: coleção e formação de acervos
  • 14h às 16h – Mesa 2 | Educação, criação e experimentação no espaço moderno
  • 16h30 às 17h | Conversa sobre livros comemorativos: MAM 75 anos e Jardim de Esculturas 30 anos
  • 17h às 17h30 | Fala de encerramento – Perspectivas para o MAM

Museu de Arte Moderna de São Paulo
Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Parque Ibirapuera, Portões 2 e 3
Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 18h. Gratuito aos domingos 
Telefone: (11) 5085-1300

www.mam.org.br/

https://www.instagram.com/mamsaopaulo

www.twitter.com/mamsaopaulo

www.facebook.com/mamsaopaulo

www.youtube.com/MAMoficial



ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS !
ANUNCIE AQUI PARA FAZER PARTE DA MAIOR REDE DE DIVULGAÇÃO NA INTERNET.

VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Bruna Linzmeyer nua em Gabriela

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

Coleção 2Essential Pre-Summer

FuturePrint, Brother e Instituto Focus Têxtil firmam parceria para projeto de capacitação em design e estampas

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Chegou! Enjoei inaugura segunda loja física em São Paulo com curadoria especial de marcas e peças únicas a R$ 50

Brizza-Arezzo traz a tendência Brasil Core para a nova cápsula