MODA: Rooftime transborda estilo musical para a estética visual

Durante shows e eventos, o Rooftime chama a atenção do público por se destacar da maioria das atrações, tanto pelo som, como também pelo estilo. Sendo um diferencial no cenário como uma banda de eletrônica, o trio, formado por Lisandro Carvalho e os irmãos Gabriel Souza e Rodrigo Souza, se preocupa com a estética nas aparições do grupo.

Nas roupas, reúnem paletas que traduzem e se relacionam com as melodias das faixas, as quais também inovam na mistura de batidas eletrônicas e a música orgânica, com vocais ao vivo e instrumentos. Os músicos comentam que, acostumados a se expressarem de uma forma sonora através da música, também transbordaram sua arte para a moda com o objetivo de criar uma identidade condizente com o que desejam transmitir com o som.

"Sempre foi parte da nossa ideia, como Rooftime, explorar todo tipo de arte que cerca a nossa música. E com a moda, não seria diferente! Com a cultura ficando cada vez mais forte em torno da moda, essa visão é algo muito valioso - é uma oportunidade de preencher ainda mais sua própria essência. É quase como se naturalmente combinamos nossas vestimentas com o que sentimos, e não unicamente com as cores. Vai muito além do visual", comentam.

 

Mais exemplos de ensaios aqui 


A formação de identidade estética do trio contou com as mãos do stylist Rhelden, que já trabalhou com nomes como Reynaldo Gianecchini, Alok, Lucas Lucco, Rafa Kalimann e marcas como Chilli Beans, Umbro e Oakley. Uma das características trazidas nas últimas identidades foi estar de acordo com a estação do ano trabalhada, em uma sensação de conexão com o planeta Terra.

"Quando eu penso na criação de identidade visual do Rooftime é sempre focado em algo mais orgânico, leve e conectado à natureza, como uma sensação de praia, vento, um dia ensolarado. Essa conexão está presente desde a formação do trio, dos três artistas conectados como uma pirâmide. São três pontas que trazem o equilíbrio perfeito. Essa identidade também conversa com a própria produção musical deles, em que tudo se conecta: o canto, os instrumentos e as batidas eletrônicas. Então para as roupas, sempre me vem essa conexão", explica Rhelden.

Os artistas contam que determinaram uma paleta de cores que mais os atraem e representa a ideia do Rooftime e de cada um dos integrantes com sentimentos diferentes, assim, criando um laço entre a música e a moda. Para o stylist, é trabalhado o monocromático, algo mais atemporal e longilíneo, em uma relação direta às músicas do trio, "uma sensação agradável e refinada, trazendo a forma como a música deles é feita para o modo deles se vestirem".

Em ascensão no cenário da música eletrônica no Brasil, já como um dos 10 maiores artistas do segmento no país, Rooftime acaba de lançar mais uma parceria com Alok no single "Keep Walking", e coleciona colaborações de sucesso com Vintage Culture e Dubdogz, além de emplacar a faixa autoral "Don't Let It Go" na trilha sonora da novela das 21h da Rede Globo, "Um Lugar Ao Sol". Também se apresenta pelas mais importantes casas e eventos do Brasil, Laroc Club, Green Valley, Réveillon de Pipa e Universo Parallello.

 

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos Pais: tênis da Marvel Comics para adultos e crianças

MODA: Mariana Rios solta a voz em evento da Colcci

MODA: Paloma Bernardi na campanha de Verão 2015 da Max Glamm