ENTRETENIMENTO: Últimos dias para visitar a exposição Múltiplo Leminski

Mostra já recebeu mais de 5 mil visitantes em Londrina

 

Desde o mês de março, o Museu Histórico de Londrina abriga a maior exposição brasileira sobre a vida e obra de Paulo Leminski. A mostra Múltiplo Leminski, que já ultrapassou a marca de 5 mil visitantes, entra em seus últimos dias e segue aberta, gratuitamente, até o dia 30 de junho.

 

A exposição revela a vida e obra do escritor, poeta, músico, compositor, romancista, tradutor, ensaísta, judoca e publicitário curitibano por meio de objetos pessoais e documentos deste artista que continua a encantar o público pela variedade e relevância de suas obras, sejam elas literárias, musicais ou gráficas. "Ficamos muito felizes por auxiliar no fomento e resgate dessa arte genuinamente paranaense. A cada edição da mostra, vamos redescobrindo e resignificando certos aspectos, enriquecendo a memória sobre Leminski", destaca Aurea Leminski, curadora da exposição ao lado de Alice Ruiz e Estrela Ruiz Leminski. 

 

A exibição itinerante foi criada em 2012 com o objetivo de ampliar o conhecimento da obra de Leminski que, apesar de um ícone da poesia, caminhou com desenvoltura por diversas expressões artísticas como, por exemplo: os contos, os romances, os roteiros, as composições musicais e mais uma infinidade de manifestações da criatividade. O projeto foi aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PROFICE), da Secretaria de Estado da Cultura, do Governo do Paraná e tem apoio da Copel, da Secretaria de Cultura de Londrina, Prefeitura de Londrina e Universidade Estadual de Londrina. 

 





Exposição Múltiplo Leminski Londrina

Até 30/06/2019  

De terça a sexta-feira, das 9h às 11h30 e das 14h30 às 17h30               
Sábados, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h             
Domingos, das 13h30 às 17h

Local: Museu Histórico de Londrina - Rua Benjamin Constant, 900 - Centro

www.multiploleminisk.com.br

 

 









Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil