Estilo Brasileiro, Lorenzo Merlino e sua moda confortável, contemporânea, individualista e inteligente


Hoje a história de Lorenzo Merlino, um dos estilistas brasileiros de sucesso que surgiram nos anos 90. Estudou moda na Faculdade Santa Marcelina, de onde saiu formado em 1994. Um ano depois, fez o primeiro desfile individual, no Hotel Hilton, em São Paulo.


Em seguida, partiu para se especializar na França. Lá, foi convidado a fazer um estágio com a diretora do Instituto Berçot, de Paris, Marie Rucki. De volta ao Brasil, lançou a marca que leva o próprio nome, em sociedade com Marcelo Barbosa, e ingressou no circuito dos desfiles. Foi um dos oito jovens estilistas que criaram a Semana de Moda - Casa de Criadores, em São Paulo.


Merlino faz uma moda prêt-à-porter feminina que mistura vários estilos. Ao contrário das coleções temáticas, o estilista costuma criar a partir de inspirações diversas.

Em 2000, o estilista foi o único brasileiro a integrar o time de oito jovens estilistas que participaram de um desfile paralelo à Semana de Moda - 7th on Sixth,de Nova York, mostrando uma coleção de maiôs assimétricos. O evento, chamado "Os Modernistas", foi patrocinado pela empresa Tencel.


No quesito carreira internacional destaca-se ainda o fato de Merlino ser representado em um showroom de Paris. Consta que Madonna arrematou um vestido criado pelo brasileiro, de malha azul marinho com um detalhe plissado na manga. Revistas como The Face, I-D, Elle francesa e L'Officiel já usaram roupas do estilista em editorias de moda.


Merlino estreou no São Paulo Fashion Week na edição de lançamento das coleções de verão 2002-2003. Um ano depois, apresentou a coleção dentro da Pinacoteca do Estado de São Paulo. A oportunidade surgiu depois de ter desenvolvido os uniformes dos funcionários do museu em parceria com a marca C&A.


Além da C&A, o estilista esteve envolvido em outros trabalhos junto a grandes marcas. Com a Le Postiche desenvolveu uma coleção de bolsas, chegando a formatar um desfile em dupla com a estilista da empresa, Daniela Restaino. Com a Motorola, criou alguns acessórios para celulares e, numa parceria com a marca Vizzano, desenvolveu uma linha de sapatos exclusivos.


Lorenzo Merlino, um super designer que merece total registro sobre sua carreira. O digno surgiu na década de 90 no mundo da moda, estudou na Santa Marcelina, logo depois já fez o seu primeiro desfile e partiu para a França onde fez sua especialização. Ainda na França fez estágios, começou a deixar o seu nome mais forte e ainda conhecido no mercado internacional. Quando voltou para o nosso querido país, Merlino foi um dos oitos jovens que criaram a Semana da Moda – Casa dos Criadores. Participou de eventos até em Nova York, em 2000.


Já fez parceria com marcas como a Le Postiche, C&A, Melissa, Daniela Restaino, Vizzano, Motorola e por aí vai. Merlino não faz só roupas, como deu para perceber! Também cria sapatos e bolsas. Lorenzo Merlino vem sendo um dos estilistas mais cotados da moda brasileira. Hoje presente no São Paulo Fashion Week, é sinônimo de modernidade.


Lorenzo Merlino sempre teve um espírito inovador, pois em abril de 1997 fundou, com outros estilistas a Semana da Moda. E em 1999 inaugurou no Brasil desfiles independentes durante o calendário de lançamentos. No mesmo foi o primeiro estilista brasileiro a ser representado em Paris.

A sua moda é confortável, contemporânea, individualista e inteligente. Reforçando a identidade de quem a usa. Suas peças exprimem uma sensualidade inteligente e nunca explícita. Para mulheres com atitude, que tem interesses culturais e intelectuais, que exerce uma profissão liberal ou executiva.

"Prefiro a individualidade a exclusividade" é conceito de Lorenzo Merlino.


Ainda na faculdade, foi finalista do concurso Smirnoff Fashion Awards 93. Seu desfile de graduação na Faculdade Santa Marcelina, no final de 94, mereceu destaque da imprensa especializada. Em setembro de 95 foi à Paris, convidado por Marie Rucki, para estagiar no Studio Berçot, a mais importante escola de moda francesa.


Juntamente com outros estilistas fundou a Semana de Moda em abril de 97, da qual participou de todas as edições até março de 99. Por três estações, de 1999 a 2000, inaugurou no Brasil o modelo de desfiles independentes durante o calendário de lançamentos. Lorenzo Merlino foi o primeiro estilista do país a ser representado em Paris, em 1999. Nesta ação conseguiu aparições em revistas importantes como The Face, I-D, Tank, View on Colour, Jalouse, Libération, Elle, L´Officiel. Madonna também adquiriu um vestido seu do verão 1999, e Natalie Imbruglia uma t-shirt da mesma coleção.


Em setembro de 2000 foi convidado pela Tencel para fazer um desfile em Nova Iorque, durante a Fashion Week oficial, representando o Brasil juntamente com outros sete estilistas de cinco países. Após breve retorno à Semana de Moda, foi convidado a integrar o São Paulo Fashion Week na edição verão 2003, quando a decisão acerca de novos participantes coube pela primeira vez a uma comissão formada pelos principais jornalistas de moda do país.


Desde janeiro de 2003 Lorenzo Merlino é representado em Nova Iorque, no show-room Opening Ceremony, vendendo para Estados Unidos, Japão e Canadá. Possui entre suas clientes Kate Winslet, Kirsten Dunst e Maggie Gyllenhall. Em sua edição de setembro de 2004 a revista americana Index destacou Lorenzo Merlino como um dos cinco principais jovens estilistas mundiais.

Postagens mais visitadas deste blog

MARCAS e ESTILISTAS: Paco Rabanne, o inventor da armadura dos anos 60.