'Til D Do Us Apart: Outono-inverno 2024 da Diesel celebra o casamento nada tradicional de Christine Quinn

Imagem
Foto: Divulgação A Diesel convida você para sua campanha outono-inverno 2024, "Til D do us part". Imaginada como uma reviravolta irônica em um casamento tradicional – com foco principal no jeans, celebrado em todas as suas formas criativas, expressivas e sexy – a campanha é a mais recente na colaboração visual contínua entre o diretor criativo Glenn Martens e o diretor de arte Christopher Simmonds . No papel de fotógrafo de casamento, está Nick Waplington , narrando com ironia e êxtase todos os eventos do dia especial – a preparação do casamento, a cerimônia e a festa pós-casamento.   A noiva não está envergonhada. Ela é interpretada pela autora, modelo, atriz e vilã ex-estrela do reality show de sucesso global da Netflix, "Selling Sunset", Christine Quinn . Para seu casamento em Diesel , a magnata do setor imobiliário usa um vestido jeans azul desbotado com rosetas no decote e nos ombros. A noiva impôs um código de vestimenta rígido: cada convidado

ENTRETENIMENTO: Teaser do novo longa musical do diretor de "São Paulo em Hi-Fi" chega no mês do orgulho LGBT+


Filme traz Claudia Ohana e Silvero Pereira e resgata hits musicais dos anos 80


O cineasta paulistano Lufe Steffen, conhecido por seus trabalhos dentro da temática LGBT+, sendo o mais aclamado seu documentário "São Paulo em Hi-Fi", lançado em circuito comercial em 2016, volta aos longas-metragens com um projeto inusitado: "Nós Somos o Amanhã": um musical alucinante filmado em 2018 e que acaba de ser finalizado. Para celebrar o fato, a produtora e distribuidora Descoloniza Filmes lança um teaser do filme neste 1º de junho (quinta-feira). A data foi escolhida por abrir as comemorações do Mês do Orgulho LGBT+, que abrange todo junho.

O filme se passa na década de 1980, focando o universo escolar, onde um grupo de alunos tenta sobreviver ao bullying, perseguidos por questões de etnia, gênero, sexualidade, forma física e comportamento. É quando a professora musical e futurista Clara Celeste (Claudia Ohana), uma mistura de Rita Lee e Xuxa, com pitadas de Madonna e Cindy Lauper, aterrissa para mostrar que tudo pode ser diferente. Ao experimentarem o empoderamento, tais personagens se unem e finalmente conseguem viver suas identidades com liberdade. Mas os monstros do conservadorismo estão de olho. Conseguirão nossos heróis vencerem a batalha contra a intolerância?

O filme conta com participações especiais de astros convidados: além de Claudia Ohana, que acaba de completar 60 anos (assim como Xuxa, uma das artistas homenageadas na trilha sonora do filme), e atualmente na tela na novela global "Vai Na Fé" (2023) das 19 horas, participam também o cantor Rico Dalasam, popstar da nova música queer brasileira, e Silvero Pereira, ator e cantor consagrado na TV (esteve no remake de "Pantanal" em 2022) e no cinema (em "Bacurau", 2019).

"É um filme que denuncia o bullying escolar, a LGBTfobia, a gordofobia, o racismo, a misoginia, a nerdfobia e todas as formas de censura, preconceito e intolerância, e em resposta, defende a liberdade de cada um ser o que é, sem medos", comenta Lufe. "Embora esteja situado na década de 80, não é sobre o passado, mas sim, olha para o nosso presente e futuro. O que conseguimos construir? O que vem agora? Como diz um dos personagens: o mundo não é justo, mas devemos acreditar na possibilidade de mudanças".

O teaser é um aperitivo para o filme, que circulará por festivais de cinema no segundo semestre de 2023, e será lançado em circuito comercial e em streamings no ano de 2024.

Sobre o Diretor:

Lufe Steffen é cineasta, roteirista, jornalista, escritor, ator e cantor, e um veterano do cinema brasileiro LGBT+, com filmes dentro da temática há mais de 25 anos. Escreveu e dirigiu 10 curtas-metragens ficcionais entre 1997 e 2017, e dois longas-metragens documentais, entre eles o já citado "São Paulo em Hi-Fi" (2016), um dos maiores cults do cinema LGBT+ brasileiro, resgatando a memória da noite paulistana de 1960, 70 e 80. Um terceiro documentário já está em produção sobre a história da imprensa LGBT+.

Dirigiu e roteirizou as séries "Cinema Diversidade" (2018) e "Memórias da Diversidade Sexual" (2017), e escreveu os livros "O Cinema que Ousa Dizer Seu Nome" (Giostri, 2016) e "Tragam os Cavalos Dançantes" (Dynamite, 2008), sobre a casa noturna paulistana "A Lôca", além de manter o divertido canal Lufe Naftalufe, no YouTube.


SERVIÇO

Teaser do filme "Nós Somos o Amanhã" (2023) de Lufe Steffen.

Direção e Roteiro: Lufe Steffen.

Elenco: Cláudia Ohana, Silvero Pereira, Rico Dalasam, Lufe Steffen e grande elenco.

Produção: Descoloniza Filmes e Xanadu Filmes.

Lançamento: início de 2024.

Redes sociais: https://linktr.ee/nossomosoamanha

Link para o teaser: https://www.youtube.com/watch?v=prelL7ysMwI&ab_channel=DescolonizaFilmes



  


Por @oblogueirooficial



SIGA NAS REDES SOCIAIS



CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL "O BLOGUEIRO OFICIAL" DO YOUTUBE




VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

LG abre pré-venda do Styler, seu closet inteligente

Maria Klaumann é capa da revista americana V Magazine

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Coleção 2Essential Pre-Summer

Algumas dicas para aderir à tendência #TennisCore adotada por Thássia Naves e Zendaya

Lupo é reconhecida como uma das Melhores Franquias do Brasil