BELEZA: Chegou a hora e a vez dos shampoos sólidos


Preocupação com o meio ambiente e praticidade são alguns dos atributos que atraem cada vez mais consumidores para esses cosméticos 

Os shampoos sólidos, ou em barra, têm ganhado cada vez mais espaço nas prateleiras de homens e mulheres preocupados com o consumo sustentável. Os produtos, muitas vezes desenvolvidos à base de ingredientes naturais, orgânicos e veganos, também excluem a necessidade de embalagens plásticas para o armazenamento. Além dos shampoos em barra, também é possível encontrar condicionadores sólidos no mercado. 

A utilização de shampoos em barra trás inúmeros benefícios para a saúde, beleza e meio ambiente. Por utilizar ingredientes naturais, promove uma limpeza suave do couro cabeludo, prevenindo irritações e são ideais para pessoas alérgicas ou com químicas no cabelo. Muitos deles são livres de sulfatos, sulfitos e parabenos. Outra caraterística presente nestes cosméticos é que eles rendem mais que os shampoos líquidos, pois são mais concentrados. Alguns produtos ainda são multifuncionais e podem também ser utilizados como sabonete corporal. 

Ainda, os shampoos em barra são mais práticos e fáceis de transportar, são ideais para serem transportados em viagens. E, finalmente, causam menor impacto negativo ao meio ambiente.  Por possuírem menos embalagens, geralmente desenvolvidas com ativos recicláveis, produzem menos lixo. Além disso, por utilizarem ingredientes naturais, os shampoos e condicionadores em barra não contribuem para a contaminação da água. 

Mesmo entre os shampoos sólidos há diferenças 

Você sabia que mesmo entre os shampoos sólidos há diferenças? Atualmente, existem dois tipos, o shampoo saponificado e o shampoo sólido não saponificado. O primeiro é feito à base de óleos saponificados e outro a partir de surfactantes sólidos. Ambos limpam os fios de maneira similar, porém existem algumas diferenças importantes entre eles. 

Shampoos sólidos saponificados 

Shampoos sólidos saponificados são produzidos a partir da reação entre óleos, gorduras e uma substância fortemente alcalina. Esta reação é chamada de saponificação, pois "sabões" são gerados quando a substância alcalina neutraliza os ácidos graxos dos óleos. Uma característica intrínseca é que os produtos formados nesta reação possuem pH alcalino, entre 8-10. Para algumas pessoas esta questão não constitui um problema. No entanto, para o couro cabeludo sensível e alguns tipos de fios, esta pode não ser a melhor opção, dado que o pH natural dos fios e do couro é levemente ácido. 

Shampoos sólidos não saponificados (soap free) 

Os shampoos sólidos não saponificados são produzidos a partir de surfactantes e permitem ajuste de pH, ou seja, tem a fórmula equilibrada para o pH fisiológico dos fios e do couro cabeludo. Sua formulação é feita pelo equilíbrio entre ingredientes de diferentes ações para atingir um resultado específico em cada fio. Para algumas pessoas, a ausência de saponificação significa que o shampoo se adapta melhor às condições naturais dos cabelos. Isso acontece porque os surfactantes proporcionam uma espuma suave e cremosa, sem ser afetado pela água. Além disso, são totalmente biodegradáveis e dificilmente ocasionam reações adversas.



Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos Pais: tênis da Marvel Comics para adultos e crianças

MODA: Mariana Rios solta a voz em evento da Colcci

MODA: Paloma Bernardi na campanha de Verão 2015 da Max Glamm