Rainha e Topper apostam em 10 artigos esportivos para praticar os esportes do momento

Imagem
Marcas do grupo BR Sports apostam em acessórios, bolas, vestuário e calçados confortáveis com preços democráticos. Fotos Divulgação   Bolas de b each volley da Rainha e de futebol da Topper estão entre as sugestões para esportes coletivos Atravessando os momentos de prática de modalidades esportivas, o estilo athleisure ganhou a preferência de diversos brasileiros que buscam conforto, praticidade e estilo em acessórios, vestuário e calçados.   Para contribuir com o bem-estar e incentivar o movimento no dia a dia, seja qual modalidade pretendida, as marcas Topper e Rainha – duas das mais tradicionais do país – apresentam uma seleção de 10 sugestões de artigos esportivos para quem é apaixonado por esportes, deseja iniciar alguma modalidade ou ainda atualizar o guarda-roupa com opções confortáveis.   A Topper tem como público-alvo jovens esportistas apaixonados por futebol e basquete. Na seleção de produtos, aposta em bolas de futevôlei e futebol de campo, luva de goleiro e

NEGÓCIOS: Empresas brasileiras adotam modelos de trabalho inovadores




Conheça a experiência de quem aderiu às alternativas como jornada reduzida, flexibilidade e semana de quatro dias.


Colaboradores da Experta durante o primeiro encontro presencial da empresa (Foto: Reprodução/Instagram)


A partir de dezembro, começa, no Brasil, o período de teste de seis meses do programa piloto para reduzir a semana de trabalho para quatro dias úteis. Um dos objetivos da proposta, que é intermediada pela 4 Day Week - organização sem fins lucrativos que  avalia novas formas de trabalho e produtividade - em parceria com a Reconnect Happiness at Work, é desmistificar que o desempenho de um funcionário é proporcional ao número de horas trabalhadas. 

Para o experimento, 20 companhias foram confirmadas no projeto-piloto, que tem como método o chamado 100-80-100: 100% do salário, 80% das horas e 100% de produtividade. A iniciativa também tem sido testada em outros países.

Mas essa não é a única alternativa que propõe a redução de horas trabalhadas. Desde 2018, a Experta, empresa brasileira que atua na área de marketing digital com foco em SEO, tem colocado em prática um modelo de negócio inovador com a chamada jornada reduzida, em que os colaboradores trabalham seis horas por dia.  

Dessa forma, enquanto a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) estabelece a jornada de 44 horas semanais e o teste da 4 Day Week propõe 32 horas, a organização optou pela carga horária de trabalho de 30 horas semanais, além de flexibilidade e atuação 100% remota. 

A CEO da Experta, Flávia Crizanto, conta que a proposta surgiu com o objetivo de construir um espaço que fosse diferente dos padrões tradicionais e possibilitasse a entrada de pessoas que, por algum motivo, não conseguem se adequar à estrutura rígida de uma carga horária de 44 horas, mesmo desejando estar no mercado de trabalho.

"Esse cenário acaba contemplando, principalmente, mulheres que, historicamente, se veem varridas do mercado por serem as responsáveis pelos cuidados com a família", explica Flávia, acrescentando que, ao pensar nesse modelo de negócio, teve a percepção de que pessoas, sejam homens ou mulheres, precisam de flexibilidade em alguns momentos. 


Resultados

Na Experta, a iniciativa da jornada reduzida de trabalho tem dado certo: as mulheres representam 90% da força de trabalho. De acordo com Flávia, os resultados da iniciativa são traduzidos em maior diversidade, colaborativismo, retenção de talentos e conexão entre a equipe. Também foram observadas a solidez da cultura organizacional, a redução de custos e do absenteísmo, e a melhoria do bem-estar físico, emocional e mental dos funcionários.

Sobre a produtividade e o desempenho dos trabalhadores, ela afirma que as entregas são de qualidade e similares às que fariam se a empresa adotasse oito horas diárias de trabalho. "Entendo que a tecnologia também possibilitou o aumento da produtividade. Entregas que antes demoravam semanas, agora podem ser realizadas em horas ou, até mesmo, minutos. Acredito, também, que o nosso trabalho precisa ser inteligente, focado em resultados e não em números de horas trabalhadas", detalha.

Segundo Flávia, os resultados podem ser comprovados através do crescimento obtido pela organização nos últimos dois anos, quando a Experta cresceu 900% e aumentou o faturamento em 297%. 

"Diferentes estudos mostram que ter mais tempo livre e de qualidade é bom para sociedade como um todo e, consequentemente, para as nossas empresas. Implementar uma jornada de trabalho de 30 horas semanais foi uma maneira de colaborar para a mudança e o questionamento das nossas estruturas sociais", pontua a empresária.

 

Semana de quatro dias de trabalho já é realidade 

Desde 2022, a Shoot, agência de comunicação de Porto Alegre (RS), adotou a semana de quatro dias de trabalho. O CEO da empresa, Luciano Braga, conta que, após um ano da implantação do modelo, observou que os colaboradores estão mais descansados e menos estressados, pois têm mais tempo para resolver questões pessoais e, também, para o lazer.  

Segundo ele, a medida contribuiu para o aumento do foco no trabalho e o melhor controle da rotina profissional. Mas o empresário reconhece que há maior dificuldade para criar momentos de descontração entre toda a equipe, pois, com menos dias disponíveis, nem sempre é possível encontrar uma data que todos possam se encontrar.

A tentativa de reduzir o turnover foi um dos principais motivos para a adesão da semana de quatro dias de trabalho pela PhoneTrack, empresa de mensuração, análise e qualificação de dados de voz, localizada em Curitiba (PR).

A coordenadora de Pessoas e Cultura da empresa, Karoline Hasse, relata que, em 2022, houve um aumento do assédio do mercado aos seus colaboradores. Por isso, foi necessário realizar um estudo sobre benefícios corporativos promissores que engajariam os funcionários. "Em 2021, tivemos 29 pedidos de demissão. Neste ano, até o momento, recebemos apenas três", compara. "Com isso, conseguimos ter uma economia significativa, pois a rescisão de contrato de trabalho gera custos para além do dinheiro, como conhecimento das pessoas e a cultura da empresa."

Para não comprometer a produtividade dos funcionários e para que os clientes da empresa não sofressem com a mudança, a PhoneTrack delimitou uma escala de trabalho. Dessa forma, todos os colaboradores têm um dia de folga na semana e, assim, os nossos clientes não ficam desassistidos. "Com esse modelo, é necessário que a comunicação entre os setores e os colaboradores esteja muito bem alinhada", analisa. "Percebemos um aumento significativo do comprometimento do time bem como da produtividade", finaliza a coordenadora.


Qual é a melhor opção? 

O debate sobre a possibilidade de diminuir a semana de trabalho para apenas quatro dias ou a aplicação de outros modelos, como a jornada reduzida, tem ganhado cada vez mais força no ambiente corporativo. 

Na análise da especialista em Recursos Humanos, Empreendedorismo e Negócios, Alice Salvo Sosnowsk, a jornada reduzida é uma das alternativas para melhorar a situação enfrentada por empregadores e trabalhadores. Os benefícios incluem "a satisfação geral do funcionário com as atividades e o aumento do seu bem-estar físico, emocional e mental que se traduz em mais concentração, criatividade e inovação para as empresas."

Para a CEO da Experta, as empresas que pretendem adotar esses modelos precisam entender qual é a opção que se adequa à realidade do dia a dia. "Existem empresas com um número maior de colaboradores que podem, por exemplo, fazer um revezamento nos dias em que um funcionário não esteja trabalhando. Há outras que precisam dos trabalhadores de forma recorrente. Nesses casos, a jornada reduzida pode trazer benefícios semelhantes. O ideal é que se teste e se mensure os resultados."

Segundo a 4 Day Week, as empresas do exterior que testaram o modelo de trabalho de quatro dias na semana relataram maior facilidade para atrair talentos, aumento na capacidade para o trabalho e nas receitas, redução de demissões e do esgotamento dos funcionários. 






ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS !

ANUNCIE AQUI PARA FAZER PARTE DA MAIOR REDE DE DIVULGAÇÃO NA INTERNET.






VEJA TAMBÉM:

CURIOSIDADES: Viralizou! Conheça Rayssa Buq, fenômeno das redes sociais

Zanir Furtado apresenta preview da coleção Pantanal em almoço exclusivo

Na onda do tenniscore: cerveja oficial de Wimbledon, Stella Artois lança jaqueta exclusiva com a DOD Alfaiataria

Geová Rodrigues lança coleção cápsula em pop-up em São Paulo

Coleção 2Essential Pre-Summer

Inverno pede meia e muitas botas! Como compor um look seguindo as tendências da estação

Algumas dicas para aderir à tendência #TennisCore adotada por Thássia Naves e Zendaya

Bruna Linzmeyer nua em Gabriela

Arezzo&Co lança programa de influência e capacitação para vendedores e gerentes de todo o Brasil

Agenda ESG ganha destaque na moda com foco em governança, responsabilidade social e ambiental