MODA: Lançada na Semana Mundial dos Oceanos, collab traz roupas feitas de plástico e redes de pesca retirados do mar

Coleção de peças femininas celebra a conexão com os oceanos trazendo tecido de nylon regenerado a partir de resíduos resgatados dos mares

Créditos: Studio Limbo

Quem gosta de praia sabe: não há nada como dar um mergulho ou sentir as ondas quebrando sob os pés. A conexão com o mar é algo único e faz com que cada pessoa se sinta parte da natureza. Mas da importância dessa ligação também vem a necessidade de cuidar desses paraísos - é por isso que, na semana do Dia Mundial dos Oceanos (08/06), a cerveja Corona e a marca carioca Levh Rio anunciam o lançamento de uma collab exclusiva de roupas, que inova ao transformar plástico e redes de pesca em nylon reciclado, utilizar algodão certificado e tecido biodegradável para criar peças sustentáveis de alta qualidade.

São três tipos de tecidos que compõem diferentes peças: o primeiro é feito de nylon regenerado a partir de itens de plástico e redes de pesca retirados dos oceanos, levando uma tecnologia exclusiva que dá ao tecido as mesmas características do original; o segundo é biodegradável, com decomposição em aterros sanitários em no máximo três anos, em comparação a outros que levam até 150 anos para passar pelo mesmo processo; o terceiro é o algodão sustentável, certificado pela Better Cotton Initiative, que inclui uma série de medidas para beneficiar toda a cadeia de produção e gerar o mínimo impacto ao meio ambiente.

Pensada para o público feminino, a coleção Corona + Levh Rio inclui peças de moda praia - três composições de biquini e um maiô, todos com proteção UV+ - e outras duas peças que transitam entre a areia, o asfalto e os momentos de conforto em casa - uma camisa de manga longa e um vestido, que traduzem a leveza e fluidez da relação com o mar. Produzidas em quantidade limitada, as criações custam entre R$ 179 e R$ 539 podem ser adquiridas no site da Levh Rio.
"Corona é uma cerveja que nasceu na praia e convida o público a aproveitar a vida ao ar livre, especialmente junto ao mar. Mas assim como queremos curtir, também precisamos cuidar dos oceanos, afinal sabemos que o plástico não pertence ao paraíso" conta João Pedro Zattar, head de marketing de Corona. "A parceria com marcas que também pensam dessa forma é muito importante e, assim como a gente, a Levh preza pela sustentabilidade e busca usar a tecnologia e o upcycling a favor dessa causa. Essa collab é sobre conexão, união e proteção", complementa.

"Foi um privilégio desenvolver essa coleção junto com a Corona para falar sobre como ainda conseguimos proteger o meio ambiente por meio das nossas escolhas e atitudes. Ter a Corona do nosso lado falando sobre assuntos tão necessários é ter a certeza de que realmente a união faz a força e de que o nosso pensamento de consumo precisa ser cada vez mais consciente para conseguirmos conviver em harmonia com a natureza usando a tecnologia e o desenvolvimento a favor disso", conta Raphael Almeida, sócio-fundador da Levh. "A coleção foi toda pensada e desenvolvida com tecidos regenerados, biodegradáveis e, pela primeira vez na Levh, com algodão BCI (Better Cotton Initiative) em uma nova linha de roupas. Estamos extremamente felizes com o resultado e esperamos que todos gostem também dessa conexão Levh e Corona", complementa Melissa Granado, também sócia-fundadora da marca.

Luta contra o plástico e a poluição dos oceanos
O lançamento acontece em um momento importante para a cerveja, que após extensa avaliação de suas operações no mundo acaba de se tornar a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que hoje Corona recupera e recicla mais plástico do que libera para o mundo por meio de sua cadeia de produção e distribuição. No Brasil, a cerveja da Ambev já realizou junto à Parley For The Oceans mais de 25 limpezas de praia desde 2019, recolhendo mais de 5,4 toneladas de lixo descartados de forma irregular. Em fevereiro deste ano, abriu as estações Protect Paradise, com containers instalados em Fernando de Noronha (PE) e Trancoso (BA) para coleta, reciclagem e transformação de plástico, cada um deles com capacidade para processar até 1,5 tonelada de plástico por mês.


Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Créditos: Studio Limbo
Collab Corona x Levh Rio

Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos Pais: tênis da Marvel Comics para adultos e crianças

MODA: Mariana Rios solta a voz em evento da Colcci

MODA: Paloma Bernardi na campanha de Verão 2015 da Max Glamm