DESTAQUE

MODA: CRIS BARROS AW21 I Entre Céu e Terra

Imagem
"A coleção AW21 foi dividida em três capítulos e pensada como um exercício de olhar a natureza como escultura e a paisagem como arte; criando uma porta de entrada para a contemplação da luz, do tempo e do espaço. Dialogar entre o natural e o criado pelo indivíduo, ligando o físico ao efêmero em uma experiência sensorial transformadora que cria uma conexão entre o Céu e a Terra." - Cris Barros CAPÍTULO 1 - LANDART A arte da terra ou "Land Art", foi um movimento artístico que nasceu nos anos 60s, a partir da fusão da natureza e da arte onde a paisagem, além do suporte, faz parte da criação artística. O Capítulo 1 intitulado LANDART e dividido em 4 edições , homenageia essa experiência artística onde o observador interage com a obra, e a grandiosidade da natureza como fonte de inspiração; uma obra de arte perfeita. COLEÇÃO Dando continuidade no capítulo 1, CRIS BARROS apresenta agora o Inverno AW21 Entre Céu

MODA: Renner lança coleção feita com algodão agroecológico plantado por comunidades quilombolas e indígenas

Linha usa algodão de manejo sustentável, produzido por agricultoras do norte de Minas Gerais, com bordados manuais que contam a história das mulheres da comunidade local

A Renner lançou essa semana uma nova coleção cápsula com peças produzidas com matérias primas menos impactantes, dando continuidade ao seu propósito de construir uma moda cada vez mais responsável. Todos os itens são confeccionados com algodão agroecológico plantado e colhido por produtoras rurais em municípios do norte de Minas Gerais.

A coleção cápsula é inspirada na história das mulheres da comunidade local, representada nos desenhos bordados manualmente, como flores, casinhas da região e figuras femininas, que simbolizam as próprias agricultoras. Os detalhes estão nas mangas, bustos e alças de vestidos, macacões, blusões, kimonos, saias e camisetas.

A cartela de cores leva tons terrosos, como marrom, mostarda, e neutras como nude, azul e off white, em referência as particularidades do lugar, ao contato com a terra e ao plantio do algodão. O tingimento dos produtos também envolveu processos menos impactantes, reutilizando a água da chuva e através de energia solar.

A coleção foi criada pelo projeto Tecendo Autonomia, do Instituto Lojas Renner, braço social da varejista. Desde 2017, em parceria com o Centro de Agricultura Alternativa e associações de mulheres agricultoras de MG, o Instituto proporciona qualificação a produtoras rurais para que possam plantar unindo seus saberes ancestrais no trato com a terra a técnicas de manejo mais sustentável.

"Estas peças têm um significado especial, pois materializam um trabalho de longo prazo realizado no norte de Minas, com foco na regeneração do solo da região, na geração de renda e no empoderamento das mulheres participantes do projeto. Além disso, o lançamento contribui para o cumprimento do compromisso público que assumimos para 2021, de ter 80% dos produtos com menor impacto ambiental", diz o gerente sênior de Sustentabilidade da Lojas Renner, Eduardo Ferlauto.

A coleção está disponível no e-commerce da Renner e em mais seis lojas físicas: rua Oscar Freire, Shopping Ibirapuera e Morumbi Shopping, em São Paulo; shoppings Barra Rio e Village Mall, no Rio de Janeiro; e Shopping Belo Horizonte, em Minas Gerais.

O projeto Tecendo Autonomia já beneficiou cerca de 300 famílias e, até o momento, gerou 6,5 toneladas de algodão agroecológico que foram incorporadas à cadeia produtiva da Renner, dando origem a peças menos impactantes, com qualidade e informação de moda. Antes desta coleção cápsula, a matéria-prima oriunda do norte de Minas foi usada para produzir camisetas com o lucro revertido para iniciativas apoiadas pelo Instituto Lojas Renner - criada em 2008, a entidade promove o empoderamento econômico e social das mulheres na cadeia da moda, tendo apoiado quase 1.000 projetos em todo o país.

Moda responsável

A Renner vem evoluindo em sua estratégia de sustentabilidade, que abrange todas as áreas do negócio, dentro do guarda-chuva do selo Re - Moda Responsável. Desde 2017, a marca comercializou mais de 125 milhões de peças com atributos sustentáveis, confeccionadas com matérias-primas como o algodão certificado, o fio reciclado, a viscose certificada e a poliamida biodegradável, além de técnicas como o upcycling e processos que garantem, por exemplo, o menor uso de água na produção.

Esta evolução contínua não se restringe aos produtos. Ela abrange um conjunto de ações com foco no cumprimento dos compromissos públicos assumidos pela Renner para 2021: ter 80% dos produtos menos impactantes, sendo 100% do algodão certificado; suprir 75% do consumo corporativo de energia com fontes renováveis de baixo impacto; reduzir em 20% as emissões de CO2 em relação aos níveis de 2017; e ter toda a cadeia nacional e internacional de fornecedores com certificação socioambiental.

Acompanhe os lançamentos da Renner no site oficial da marca e nas redes sociais: Instagram | Youtube | Facebook | EstiloRenner .



Siga
 @MarcosGomesBr e fale comigo ! 


Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil