MODA: Casa de Criadores edição 47: confira as datas, line up e novidades deste ano

Além dos desfiles, evento online da Casa de Criadores conta também com uma programação diária de lives para debater assuntos sociais e traz a estreia de sete novas marcas

(Foto: Marcelo Soubhia)

A Casa de Criadores se prepara para apresentar sua 47º edição, que neste ano, devido à pandemia, acontecerá de forma virtual na nova plataforma da CdC, um ambiente de criação de conteúdo que será um espaço livre de desenvolvimento e exposição de moda e arte com diversos formatos e linguagens. Os elementos serão móveis e o site responsivo. O usuário poderá mover os elementos dispostos nos painéis construídos pelos criadores. Entre os dias 23 e 27 de novembro, 32 estilistas e marcas apresentam suas coleções a partir das 20h.

A edição vem com várias novas propostas. Uma delas é a criação da Célula Preta, coletivo formado pelos estilistas veteranos diegogama, Fábio Costa (NotEqual), Jal Vieira e Weider Silveiro e a marca estreante Dendezeiro, da dupla Hisan Silva e Pedro Batalha, de Salvador. Juntos, têm o objetivo de ampliar as conversas sobre racismo dentro da moda e do evento.

A Casa de Criadores 47 apresenta também a estreia de sete marcas: Alexandre dos Anjos, Dendezeiro, Kel Ferey, Nalimo (assinada pela ativista indígena Day Molina), REIF.LIFE, Shitsurei e Trash. A Santista Jeanswear vem com um desfile onde 15 estilistas do evento criam looks exclusivos. Outra novidade é a divulgação da 2ª edição do "Desafio Sou de Algodão + Casa de Criadores", concurso que dá oportunidade para que novos estilistas vindos de faculdades de moda possam mostrar seus trabalhos. O vencedor entra para o line-up do evento.

A programação também conta com mesas de debate sobre diversos assuntos ligados ao universo da moda, como inclusão, diversidade e representatividade. Este ano, a Converse, uma das apoiadoras do evento, será responsável por duas rodas de conversa e contará com convidades especiais. Os temas são: "Moda e Empreendedorismo Transvestigêneres" e "Moda e Inclusão". As mesas acontecem todos os dias, também pelo site da Casa de Criadores, às 15h e às 17h.

A Casa de Criadores, em seu histórico, sempre valorizou o poder da criação para a construção de uma moda mais ética, mais justa e, principalmente, mais inclusiva e democrática. Há 23 anos transitam pelo evento os mais diversos corpos e corpas. "No meu trabalho como curador e diretor artístico da Casa de Criadores, sempre procuro por nomes que fazem a moda brasileira se tornar mais relevante e consistente, além de fazer com que o evento seja um lugar de protagonismo para muitos profissionais que nunca tiveram voz na moda, no mercado, e, principalmente, em outros espaços", afirma André Hidalgo.

Estamparia Social, Estileras, Fernando Cozendey , Heloisa Faria, Ken-gá, Rober Dognani, Vicenta Perrotta e Vivão - que já desfilaram em outras edições, são presença confirmada também no formato digital. O projeto PIM (Periferia Inventando Moda) faz uma participação especial com dois estilistas que fazem parte do coletivo: Alex dos Santos (X-Brand) e Mônica Barbosa (Rhythim).

Para acompanhar a 47º edição da Casa de Criadores, basta acessar o site (https://www.casadecriadores.com.br) Confira abaixo o line-up.


23 de novembro, segunda-feira, a partir das 20h
Dendezeiro
Trash
Estamparia Social
Priscilla Silva
PIM (Periferia Inventando Moda)
Fernando Cozendey

24 de novembro, terça-feira, a partir das 20h
Rafael Caetano
Estúdio Traça
Kel Ferey
Jorge Feitosa
Santista Jeanswear
NotEqual

25 de novembro, quarta-feira, a partir das 20h
Heloisa Faria
Alexandre dos Anjos
Ellias Kaleb
Dario Mittmann
Boldstrap
diegogama


26 de novembro, quinta-feira, a partir das 20h
Ken-gá
Thear
Reptilia
Shitsurei
David Lee
Weider Silveiro

27 de novembro, sexta-feira, a partir das 20h
Estileras
Vicenta Perrotta
Nalimo
Vivão
REIF.LIFE
Rober Dognani
Jal Vieira




Siga
 @MarcosGomesBr e fale comigo ! 

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil