DECORAÇÃO: By Kamy exalta o design do amanhã em exposição na DW! São Paulo Design Weekend 2020

Marca reúne artistas de diferentes gerações para expressar seu coerente olhar sobre o passado, o presente e o futuro dos tapetes

A by Kamy chega em sua nona participação na São Paulo Design Weekend com um retrato atual do nosso tempo. Em um ano repleto de desafios como o de 2020, marcado por profundas transformações de hábitos e costumes, a marca confirma o compromisso com o seu passado e direciona um olhar amplo e de vanguarda para o futuro.


Nos tempos atuais, o conceito de longevidade ficou relativo e a única forma de sobrevivência é a transformação. Com o tema Metamorfose, a by Kamy mostra uma nova identidade do seu design para, assim, mergulhar no seu futuro com serenidade e sem perder a vontade de sonhar.



Trata-se de uma visão abrangente sobre a transformação e a evolução da humanidade e do planeta, em que passado, presente e futuro são partes fundamentais – e imprescindíveis – para a construção de um mundo circular e de um design 360 graus, algo tão desejados nas edições anteriores da DW.


Este movimento nada mais é do que a própria e verdadeira evolução, baseada em sequências de vida real da empresa e de propósitos alinhados às exigências dos novos tempos.



Os lançamentos deste ano foram concebidos pelos brasileiríssimos Thiago Santa Cruz, arquiteto, e pelo artista plástico Kiko Maldonado. Enquanto Cruz traz a inquietação da juventude, a 'sede' pelo conhecimento e a disciplina de aluno para com suas criações, Maldonado traz o olhar experiente, com vasto conhecimento de técnicas, processos e vivências.


Trabalhando juntos, trocando impressões, ideias e conhecimento, ambos desenvolveram coleções distintas, mas semelhantes no sentindo técnico de produção e também surpreendentes por terem em suas essências o equilíbrio perfeito entre passado, presente e futuro.



"O resultado dessa troca de experiências entre gerações são peças que exaltam o design e refletem o mundo de hoje de maneira original, uma mistura provocadora entre tecnologia e processos artesanais", explica Francesca Alzati, diretora da by Kamy.


Com a Coleção Avatar, inspirada em uma Bottega Renascentista, Santa Cruz explora técnicas que revolucionam o conceito convencional de um tapete. O arquiteto parte de uma compreensão holística sobre o design para criar diferentes formatos que expressem sua criatividade em desenhos elaborados e sensíveis.


O resultado dessa abordagem são tapetes tufados a mão – em pura lã – inspirados em formas arquitetônicas tridimensionais que se fundem em uma estimulante curadoria de cores e formas geométricas.


Tapete Decô da Coleção Avatar – Design por Thiago Santa Cruz para by Kamy

Tapete Pena 2 da Coleção Avatar – Design por Thiago Santa Cruz para by Kamy

Tapete Sol da Coleção Avatar – Design por Thiago Souza Cruz para by Kamy


Ao contemplar o trabalho, o olhar não fica preso à experiência sedutora, o que permite uma desconexão dos limites de tempo e espaço para um mundo mágico palpável. É como se os tapetes despertassem a vontade de voar para um mundo paralelo desconhecido, porém familiar. A série de tapetes Revolution® proposta por Cruz foi produzida com o mesmo conceito da by Kamy verde.


Maldonado, por sua vez, incorpora a experiência de anos no desenvolver de tapetes e tapeçarias para criar uma série de Mandalas, que tanto podem ser usadas no piso ou em paredes, para exaltar os atributos da natureza e suas boas energias, reforçando assim a tão necessária conexão com o verde para um futuro viável e sustentável.


Mandalas Querala, Shaantee Air Pyar e Marejah, respectivamente da esquerda para direita, design por Kiko Maldonado para a by Kamy

Mandalas Tamil 51, Tamil 58 e Uttar, respectivamente da esquerda para direita, design por Kiko Maldonado para a by Kamy


Como acontece todo ano, o também diretor de arte da by Kamy Verde apresenta a cada edição da DW uma novidade dentro do universo sustentável, reforçando assim o compromisso da by Kamy com o meio ambiente.


Juntos, os artistas desenharam, cortaram, costuraram e finalizaram suas peças no galpão sustentável da marca, a by Kamy Verde. Assim como na última edição da DW, os lançamentos deste e dos próximos anos são sempre criados no organismo sustentável da marca a partir o uso inteligente de recursos e materiais para desenvolver novos produtos, especialmente a partir de sobras de tapetes.


"A by Kamy é uma marca coerente com sua trajetória, pois acompanhamos e refletimos as mudanças da sociedade e do mundo em tudo que produzimos", explica Francesca Alzati, diretora da by Kamy.


Os trabalhos dos artistas poderão ser vistos presencialmente, em visitas agendadas, na loja. E é justamente neste endereço, no coração da by Kamy, que a marca preparou uma imersão em seu DNA. Em paralelo ao festival, de 08/11 a 22/11 ocorre no andar térreo a exposição Design Oriundi, uma mostra totalmente dedicada ao design brasileiro.


Nesta exposição interna, mais uma vez a by Kamy exalta sua ligação afetiva e profissional com a produção genuinamente brasileira, resultado de uma rica miscigenação de culturas e experiências. Este compromisso com a cultura local e com a criação de uma identidade nacional permeada de referências poderá ser apreciado em um ambiente totalmente imerso no design.


Também a partir de novembro, além da DW e do Design Oriundi, a marca pulsará design até 08/12 recebendo um dos contêineres da mostra Janelas CASACOR. Localizado no estacionamento da loja, na Alameda Gabriel, o espaço idealizado pelo renomado e criativo arquiteto Léo Shehtman também será uma das grandes atrações do evento, sendo possível fazer uma completa visitação e imersão no que há de mais novo no design.

 

Serviço

by Kamy na DW! São Paulo Design Weekend 2020

Até 14 de novembro

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1147, Jardim América, São Paulo/SP

Segundas às sextas: 10h às 18h

Sábados: 10h às 15h

Live Meeting para jornalistas (online): 09/11 (segunda) às 19h

by Kamy

www.bykamy.com.br






Siga
 @MarcosGomesBr e fale comigo ! 


Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil