Tendências primavera/verão 21 traduzem reflexo do nosso cenário atual pós pandemia

Mundo fashion vai levantar peças mais simples e confortáveis nesta temporada

Com uma indústria têxtil passando por uma mudança de comportamento devido à pandemia, as tendências da próxima temporada precisaram se adequar as novas demandas de consumo geradas pelo isolamento social. De acordo com um estudo detalhado, feito por analistas do WGSN (Worth Global Style Network), que é uma espécie de biblioteca online de tendências, a temporada primavera-verão 2020/21 será guiada por essas mudanças.

Uma dessas novas tendências é a do desapego e reuso, que impacta tanto sustentável, quanto financeiramente. A Buy My Dress, primeira marca brasileira especializada em vestidos second hand, observou uma grande procura durante esse período de crise. "Em setembro, registramos uma média de 50 vestidos recebidos por semana. Fazendo um balanço dos últimos dois meses, alcançamos uma média de 110 vestidos. Nossa expectativa é de que cheguemos a 1.000 peças na plataforma até o final do ano" explica Carol Esteve, fundadora da plataforma.

Quanto as cores, há uma busca maior por contato com a natureza e vitalidade, ao mesmo tempo que a tecnologia se faz presente e necessária. Portanto, as principais cores da estação devem refletir esses dois pontos, transitando entre tons orgânicos e artificialmente modificados como por exemplo, Flor de orquídea, Azeite, Manteiga e Mango Sorbet.

Separamos algumas peças disponíveis na plataforma que segue essas novas tendências da estação. Confira:

Flor de Orquidea
Mango Sobert
Azeite






Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !      

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil