Na Renner, o efeito colorido e alegre do tie-dye surge também nos calçados

É possível montar looks completos inspirados na moda hippie dos anos 60 e 70

Divertido e alto astral, o efeito tie-dye segue como a técnica queridinha do momento. Movidos pela nostalgia dos anos 90 que predomina em boa parte da moda atual, a tendência ganha cada vez mais protagonismo. Renovada, em diferentes tonalidades, shapes e materiais, na Renner, aparece em moletons, camisas, calças, shorts e até na linha de sapatos, com opções masculinas e femininas.

Com uma demanda maior por itens personalizados, a técnica de tingimento está presente inclusive em calçados e meias, montando assim looks completos. Em calçados, as opções são: tênis de cano alto e curto, sandálias com tiras de amarrar, chinelos e sapatos, supercoloridos, com muito estilo e sem perder o conforto.

O nome tie-dye, que em inglês significa "amarrar e tingir", foi incorporado à técnica nas décadas de 60 e 70, quando ficou famosa por ser adotada e adaptada pela comunidade hippie, que utilizava camisas, calças e acessórios em movimentos e festivais nos Estados Unidos. Nos dias de hoje, com a moda revisitada, cada peça tem uma identidade exclusiva, já que o processo é realizado de forma única.

As peças tanto em cores claras como em tons mais vibrantes podem ser usadas em diferentes momentos. Alinhado ao conforto, que é também uma das maiores premissas da atualidade, a variedade de tons permeia todos os itens, montando produções inteiras em tie-dye.

Todas as peças estão disponíveis no e-commerce e em lojas físicas da marca - confira, aqui , a lista de lojas abertas.

Acompanhe os lançamentos da Renner no site oficial da marca e nas redes sociais: Instagram | Youtube | Facebook | EstiloRenner .









Siga @MarcosGomesBr e fale comigo !
  

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil