MODA: Vicunha reabre sala de costura para produzir 36 mil máscaras de tecido para doação

Ação integra uma série de medidas promovidas pela Vicunha desde o avanço da pandemia no Brasil

A Vicunha, referência em soluções jeanswear, mantém comprometimento à saúde de seus colaboradores e da comunidade em nova iniciativa no combate ao Coronavírus (COVID-19). Sediada no município de Guarulhos, a sala de costura da companhia é reaberta para produção de 21 mil máscaras de tecido, destinadas aos funcionários e suas famílias e, em média, 15 mil para doação à comunidade do entorno e instituições. 

A produção ocorre ao longo de dois meses, até o final de junho, com um número reduzido de funcionários na sala de costura em respeito ao protocolo de saúde e prevenção criado pela Vicunha frente ao COVID-19.

O início da produção de máscaras na unidade de Guarulhos acontece em paralelo a um projeto da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) que recebe o apoio da Vicunha. Desde o avanço da pandemia em Recife, a instituição de ensino sofre impacto expressivo em suas operações cotidianas e, a fim de promover auxílio à população - entre docentes, alunos e comunidade do entorno -, está produzindo máscaras e equipamentos de proteção individual com tecidos doados pela empresa. Outra instituição de ensino que recebe o suporte da Vicunha neste momento é Avenues World School São Paulo, que através de um grupo de professores, alunos e pais de alunos está desenvolvendo máscaras de proteção para profissionais de saúde e comunidades carentes. Além de receber doação de tecidos, a escola criou um crowdfunding para produção desses itens e contratação de costureiras.

"Estamos trabalhando diariamente para tomar todas as medidas necessárias, preocupados com o bem-estar das nossas pessoas, com a preservação dos empregos e com a sustentabilidade do nosso negócio. Dentro das nossas atividades diárias, saúde e segurança sempre vieram em primeiro lugar, e continuamos levando em conta esses pilares em todas nossas ações neste momento, não medindo esforços para levar, dentro do possível, saúde e segurança para pessoas além da companhia", afirma José Maurício D'Isep, CEO da Vicunha.

As iniciativas fazem parte do compromisso da empresa em contribuir para frear a disseminação da doença no país, apoiar funcionários e comunidades do entorno, e prestar ajuda aos profissionais de saúde que estão atuando no combate à pandemia. No último mês, a Vicunha contribuiu, juntamente com outros parceiros, na doação de tecidos para que o grupo Guararapes pudesse produzir mais de 40 mil itens médico-hospitalares para a rede de saúde pública. As secretarias de saúde dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte também foram amparadas pela companhia por meio de doação de 27 mil EPIs.

A fim de manter ainda mais próxima a comunicação com todos os seus públicos (funcionários, comunidade, clientes e mercado), a Vicunha também disponibiliza um canal oficial (http://www.vicunha.com.br/covid-19) para comunicar medidas preventivas, serviços, informações úteis sobre a pandemia, notícias do setor e de ações da marca, além de esclarecer dúvidas de colaboradores, parceiros e público geral.

Ainda, com o objetivo de garantir uma retomada gradual e programada das atividades de forma cautelosa, a empresa divulgou na semana passada uma cartilha com orientações gerais para o trabalho em tempos de pandemia. O conteúdo, que também pode ser acessado pela landing page "Juntos no combate ao coronavírus", visa garantir uma volta segura e com responsabilidade às funções administrativas e operacionais, conforme orientações da empresa e em acompanhamento às recomendações dos órgãos de saúde e governamentais.

Acompanhe a Vicunha pelo @ vicunhabrasil e saiba mais sobre suas soluções em jeanswear através do site: vicunha.com.br