BELEZA: Dicas ajudam na transição capilar durante a quarentena

Deixar o cabelo crescer após um período prolongado de alisamento exige alguns cuidados para manter os fios saudáveis

O período de isolamento social tem levado muitas mulheres a dar início ao processo de transição capilar. A adaptação à textura natural dos cabelos sem alisamento enquanto os fios crescem pode trazer inúmeras dificuldades, mas manter uma rotina adequada e investir em hidratação podem ajudar. A Nazca Cosméticos preparou algumas dicas para cuidar das madeixas durante a mudança.

Dê um tempo à chapinha e secador

Durante o processo de transição o cabelo está se reestruturando, portanto, o ideal é deixar de lado o secador, a chapinha e o modelador de cachos. O calor dos aparelhos pode danificar os fios. Se for usar o secador, procure ajustar para uma temperatura mais amena e mantenha distância do couro cabeludo.

Evite água quente

A água quente pode ressecar os fios e aumentar a oleosidade na raiz. Prefira lavar com água morna ou fria.

Cuidado ao desembaraçar os fios

É preciso ter cuidado ao desembaraçar os cabelos para não quebrar os fios. Evite pentear os cabelos secos, procure desembaraçar começando das pontas e subindo para a raiz. É recomendável usar pentes de madeira com dentes largos.

Cronograma capilar

Montar um cronograma capilar de acordo com a necessidade e estado dos fios auxilia na fase de transição para deixar os cabelos mais saudáveis e fortes. Com uma rotina de cuidados intercalando três partes (hidratação, nutrição e reconstrução), o cronograma visa repor a água, os nutrientes e a massa dos cabelos, geralmente dividindo as etapas semanalmente.

Hidratação: o passo é de extrema importância para os cabelos cacheados que naturalmente são mais secos. Com o objetivo de repor a água, a fase visa devolver a flexibilidade dos fios e evita a quebra durante a transição.

Nutrição: responsável por repor lipídios e nutrientes, essa etapa ajuda a deixar os cabelos mais protegidos, macios, brilhantes e com cutículas alinhadas. Os produtos mais indicados nessa fase contêm argan, oliva, óleo de coco ou karité.

Reconstrução: a etapa visa a reposição de massa e proteínas para livrar os fios do enfraquecimento. Por ser uma fase mais potente é preciso evitar o excesso para não correr o risco de efeito rebote. Os produtos reconstrutores geralmente têm queratina, colágeno e arginina.

No mercado existem linhas específicas para todas as fases do cronograma capilar. A Nazca, por exemplo, desenvolveu itens da linha Origem com fórmulas de rápida absorção que agem de 3 a 5 minutos. O produto "Ela só quer, só pensa em hidratar" que combina leite de coco e tapioca é indicado para a fase hidratação. Para nutrição, a opção é o pote "Se tem óleo de argan, a gente é fã!, com combo de vitaminas e óleo de argan que tem o poder de reparar os cabelos danificados. Já o produto "Bomba de Abacate" pode ajudar na reconstrução.

Produtos adequados durante e depois

O uso de shampoos e condicionadores adequados vão ajudar a passar pelo processo. A recomendação é usar produtos para o tipo de cabelo que está tentando trazer de volta. No caso de cacheados, é preciso apostar em itens próprios para fios com curvatura, que procuram limpar sem agredir e sem ressecar os cabelos. O mesmo vale para o pós-transição, onde máscaras e finalizadores também são bem-vindos. Entre as opções da Nazca para cachos estão os itens da linha Origem "Esse cacho rola ou enrola?". Com vitaminas e azeite de oliva que é rico em lipídios, os produtos nutrem os fios, promovendo hidratação e brilho aos cabelos. Composta por shampoo, condicionador, creme de pentear, reparador de pontas e creme de hidratação, a linha proporciona fios mais maleáveis e definidos.