BELEZA: Vialaser investe em tecnologia inovadora para depilação em vários fototipos de pele

Oferecida nas lojas de São Paulo, o tratamento com a combinação dos lasers de Alexandrite e Nd:YAG é eficaz em fototipos de II a V, conforme a escala Fitzpatrick


Neste caso, a pergunta que sempre surge: É possível fazer depilação a laser em pele morena e negra sem correr nenhum risco? A resposta é sim, mas depende do nível de melanina. Por isso, a Vialaser, referência em depilação a laser no Brasil, orienta que a pessoa interessada vá a uma clínica mais próxima para fazer uma avaliação.

As clínicas da Vialaser trabalham com os lasers de Alexandrite e Nd:YAG, os mais modernos do mercado, garantindo um tratamento mais seguro, com o melhor custo/benefício e 50% mais rápido - o cliente pode depilar o corpo todo em sessões de 30 minutos.

Atualmente, a tecnologia utilizada pela Vialaser atinge os fototipos de II a V, segundo a escala Fitzpatrick, que classifica a pele em fototipos de um a seis, a partir da capacidade de cada pessoa em se bronzear, assim como sensibilidade e vermelhidão quando exposta ao sol, sendo:

• Pele branca - sempre queima - nunca bronzeia - muito sensível ao sol;

• Pele branca - sempre queima - bronzeia muito pouco - sensível ao sol;

• Pele morena clara - queima (moderadamente)- bronzeia (moderadamente) - sensibilidade normal ao sol;

• Pele morena moderada - queima (pouco) - sempre bronzeia - sensibilidade normal ao Sol;

• Pele morena escura - queima (raramente) - sempre bronzeia - pouco sensível ao sol;

• Pele negra - nunca queima - totalmente pigmentada - insensível ao sol.

Por meio dessa tecnologia exclusiva, os dois lasers trabalham juntos para garantir o melhor resultado no tratamento. O equipamento utilizado pela Vialaser permite atuar em peles morenas e negras - até o nível V e de acordo com uma avaliação prévia -, sendo um grande diferencial oferecido pela marca. "Dessa forma, o tratamento se torna mais confortável e rápido, garantindo o melhor resultado", explica Kessey Bini, uma das fundadoras da Vialaser.

Como funciona o tratamento

A melanina é uma proteína presente no nosso organismo. Ela confere pigmentação à pele e aos cabelos. Como a pele negra é mais pigmentada, consequentemente possui mais melanina. Durante o processo de depilação, o laser é atraído pela melanina presente nos pelos e na pele. No entanto, ele não consegue distinguir um ou outro. Por isso, no caso de peles morenas e negras, que possuem muita melanina, os lasers convencionais podem causar queimaduras.

A grande vantagem da tecnologia utilizada pela Vialaser é que os lasers afetam somente o bulbo, que é a porção inicial do pelo. Além disso, eles distribuem pouco calor na superfície da pele, preservando a melanina.

Outro fator importante é que esses equipamentos possuem um sistema de segurança em que a superfície de contato com a pele é resfriada por meio da aplicação de um spray de criógeno (componente de resfriamento), diminuindo ainda mais o risco de queimaduras.

Como as peles morenas e negras são mais suscetíveis a sofrer com a foliculite, a depilação a laser é o método mais indicado para a remoção de pelos encravados. Outro benefício do tratamento é ficar livre para sempre das manchas escuras e cicatrizes decorrentes do processo inflamatório ocasionado pela foliculite. Mas lembre-se: a realização da depilação a laser na pele morena moderada e morena escura depende de uma avaliação criteriosa pelos especialistas das clínicas de depilação.

Para mais informações, acesse http://www.vialaserdepilacao.com.br/. 


Postagens mais visitadas deste blog

Dia dos Pais: tênis da Marvel Comics para adultos e crianças

MODA: Mariana Rios solta a voz em evento da Colcci

MODA: Paloma Bernardi na campanha de Verão 2015 da Max Glamm