MODA: Casa de Criadores 45



Imagem: FOTOSITE

Os desfiles trouxeram seis marcas para a passarela da 45º edição da Casa de Criadores. Entre os nomes da noite, estavam Jorge Feitosa e as marcas estreantes Reptilia de Heloisa Strobel e David Lee. Novamente, as marcas trouxeram a democracia e a inclusão para suas coleções com modelos plus size,


RENATA BUZZO

A marca é vegana, slow fashion, upcycling e dá valor às matérias primas nacionais sustentáveis e certificadas. A designer é formada pela Faculdade Santa Marcelina e pós graduada em Styling e Imagem de Moda na mesma instituição.Premiada como Designer Revelação Brasileira 2018, no concurso "IM BRAZIL FASHION TALENT", concurso do Instituto Marangoni em parceria com o evento BRAZILFASHION FORUM, que acontece em Miami. Escolhida pela Vogue Itália para representar o Brasil entre os 7 designers do"The Next Green Talent" evento de sustentabilidade que aconteceu em fevereiro de 2019 em Milão.

JORGE FEITOSA
O estilista desenvolve um trabalho que discute a sustentabilidade. As roupas masculinas, o seu foco, são feitas com retalhos gerados pela própria produção, e em sua maioria,tecidos adquiridos em lojas de saldos, que de certa forma são desprezados pela indústria, além é claro de tecidos de linha comercial. Através do upcycling, a marca se entende como parte de um processo dentro de um movimento maior, onde muito se discute sobre o que fazer com a sobra. Para o desfile, Jorge trouxe a coleção reTratos, em homenagem a seu pai. Com roupas claras e muitas estampas, Jorge abordou as relações entre pai e filho. A Havaianas apoiou o desfile, fornecendo todos os calçados que foram usados pelos modelos.


MARTINS
A marca do estilista Tom Martins apresenta proposta democrática, revisitando shapes até então considerados clássicos. Sua maior vertente é o oversized: todas as peças são em tamanho único,possibilitando várias formas de uso. Misturando cores e modelagens variadas, o ar descolado do desfile ficou por conta dos calçados Converse usado pelos modelos em todos os looks.


REPTILIA
A coleção apresentada por Heloisa Strobel seguiu a estética atemporal e sport chic já reconhecida da marca, unindo a silhueta e a versatilidade da mulher contemporânea com alfaiataria tradicional. Formas e referências geométricas e arquitetônicas, mescladas com cores contrastantes e cortadas em tecidos nacionais. A cartela de cores trouxe tons leves como o lilás, o cru e o caramelo – mas ganhou um momento soturno com um bloco inteiro em preto – representando os momentos mais escuros da nossa história.

Inspirada nos processos escultóricos de Maria Martins, a estilista optou por traçar novos desafios na criação das joias em resina, encapsulando conchas, sementes e pedras coletadas em diversas viagens pelo Brasil. As peças simulam artigos fossilizados, na ideia de preservação das nossas raízes diante da passagem do tempo.


DAVID LEE
A marca tem o foco em moda masculina, através de uma linguagem urbana que mescla alfaiataria, sportwear e indumentária militar com elementos artesanais, principalmente o crochê. A marca David Lee constrói uma estética vibrante e gráfica. Junto de uma personalidade de espírito jovem, moderno e poético revela-se um design único em roupas casuais fora do comum. A coleção apresentada, "Um lugar seguro", explora sensações de conforto e hospitalidade associadas a elementos de proteção e segurança.


WEIDER SILVEIRO
A marca nasceu em 2003 como projeto de graduação do estilista piauiense, que cursou moda na Universidade Federal do Ceará. Desde 2006, desfila na Casa de Criadores, e foi nessa plataforma que conquistou a imprensa especializada, clientes e formadores de opinião com seu design autoral. A marca ficou conhecida pela construção de imagens de moda impactantes e contemporâneas,o que a tornou muito difundida entre os profissionais da área, e vem apostando num laboratório constante de formas e experimentos em matéria prima. Para o desfile, Weider trabalhou o tem Grécia, com tons de rosa, off-white, azul em tecidos leves, mesclando estamparia com elementos como o plissado e o esvoaçante.

E ainda, o evento conta com programação cultural todos os dias promovido pelo patrocinador master da edição, a Sou de Algodão, com oficinas, talks e exposição. As oficinas são realizadas em parceria com a Re-roupa e com o apoio de grandes marcas: Cataguases, Farm, G. Vallone, HC Brasil, Vicunha e Zune. São 40 vagas abertas, por dia, e os participantes poderão levar para a casa a peça que confeccionarem. Já os talks serão temáticos e interativos, com 80 vagas por dia. As inscrições podem ser feitas a partir deste link: http://bit.ly/soudealgodao


Para mais informações do evento:

Facebook - www.facebook.com/casadecriadores/
Instagram -www.instagram.com/casadecriadores/
Twitter - twitter.com/casadecriadores
Youtube - www.youtube.com/user/casadecriadores1

Casa de Criadores
www.casadecriadores.com.br

Saiba mais em:

www.facebook.com/casadecriadores/
www.instagram.com/casadecriadores








Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil