DECORAÇÃO: Mitos e verdades sobre o suporte de metal

Aço galvanizado proporciona rigidez e melhor fixação do interruptor

As tomadas e interruptores são parte essencial de um projeto arquitetônico. Além da funcionalidade, o produto pode ser agregado à estética do ambiente. Para Willians Santos, gerente de marketing da Simon, a aplicação do item de forma correta faz toda a diferença, pois, além de proporcionar melhor acabamento, garante segurança. "O suporte adequado na instalação evita que os terminais se soltem ou que ocorra mau contato".


Abaixo, o profissional responde algumas dúvidas referentes ao tema. Confira:

 

O suporte de metal pode provocar curto circuito.

MITO. Esse boato surgiu porque a placa de metal é mais cara em comparação aos suportes plásticos do mercado.

 

A placa de aço garante melhor fixação.

VERDADE. O aço galvanizado proporciona melhor rigidez assegurando a fixação correta. Além de permitir a instalação em paredes de gesso e superfícies de madeira.

 

O contato do metal com os fios pode dar choque.

MITO. Se o suporte estiver posicionado corretamente evita danos na rede elétrica, pois garante uma conexão ideal.

 

O suporte de plástico tem vida útil curta.

VERDADE. Com o passar do tempo, o suporte plástico pode ser desgastado e afrouxar a tomada da parede.

 





Sobre a Simon

Fundada em 1916, na Espanha, a Simon compõe um sólido grupo industrial que possui hoje presença ativa, com fábricas e filiais em 16 países, além de representantes em quatro continentes. A filial brasileira está instalada no estado de Minas Gerais, onde ocupa uma área construída de 12.000 mil m² e também com escritório comercial em São Paulo. Seu moderno parque fabril conta com equipamentos de última geração, nacionais e importados. A Simon conta com cerca de 150 funcionários e 50 representantes no Brasil e comercializa seus produtos em mais de 2300 pontos de venda.

 





Suporte metálico - Simon
Divulgação







Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil