ENTRETENIMENTO: MECAInhotim anuncia atrações do palco principal por dia

Gilberto Gil, Pitty, Tulipa Ruiz, Céu, Duda Beat, MC Tha, Castello, Lamparina e a Primavera, além de coletivos de festas de BH, Rio e SP integram a programação do festival que acontece de 17 a 19 de maio no Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG)


Créditos: Gerard Giaume


A quinta edição MECAInhotim acontece nos dias 17, 18 e 19 de maio, no maior museu a céu aberto do mundo, o Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG). Faltando um mês para o evento, foram liberados os dias das atrações do palco principal. Com isso, o ingressos também podem ser comprados para os dias individualmente através do site mecainhotim.com.


Na sexta-feira (17), Pitty é apresentada pela marca TNT Energy Drink e leva o cargo de embaixadora da marca por unir música e ativismo/resistência. Ainda este mês, a baiana lançará seu novo álbum, intitulado "Matriz" e faz uma de suas primeiras apresentações para a divulgação deste novo trabalho que inclui os singles "Te Conecta" e "Contramão". No mesmo dia, se apresentam MC Tha, que traz leveza ao funk com composições singelas e otimistas; e Castello, que mistura MPB, ritmos eletrônicos, latinos e até folclóricos.. Além disso, o MECA convidou a Women's Music Event para fazer a curadoria de um horário no palco principal e a WME apresenta as DJs Claudia Assef e Ana Flávia, com um repertório focado em música eletrônica e suas vertentes.


Já no sábado (18), é dia de Gilberto Gil com seu elogiado álbum de inéditas "OK OK OK" que comprova que aos 76 anos de idade permanece em plena atividade. O baiano coleciona mais de 60 discos e composições que se tornaram clássicos da música brasileira e que o tornam um ícone da Tropicália. Quem também sobe ao palco neste dia é a cantora e compositora Céu, dona dos hits "Malemolência", "Lenda", "Cangote", "Varanda Suspensa" e "Perfume do Invisível"; Duda Beat, uma das grandes revelações da música brasileira em 2018, que se destacou com o disco "Sinto Muito" e com o hit "Bixinho". Neste dia, também acontece a festa mineira Alta Fidelidade, dos DJs Deivid, Fael, Garrell & Kowalsky, focada em discotecagem de vinis de rock, soul, funk music e outros estilos, e a Festa Rara (RJ) com os DJs Bernardo Campos e Filipe Raposo, criada em 2015, referência na cena musical do Rio com sets de house e disco music.


O último dia conta com Tulipa Ruiz que apresenta seu show com a banda Pipoco das Galáxias, turnê que celebra seus quatro álbuns: Efêmera (2010), Tudo Tanto (2012), Dancê (2015) e Tu (2017). A atração mineira Lamparina e a Primavera também fará parte da programação do domingo (19) com seu disco de estreia recém-lançado "Manda Dizer", a banda garante arranjos bem trabalhados com suingue e um discurso bem apurado misturando ritmos como axé, baião, mangue beat, funk, forró e maracatu. Por fim, a label MAREH (DJs DARRYN JONES e Rafael Cancian).


Mais atrações e outras novidades serão divulgadas no MECAInhotim 2019 em breve, como a programação diurna (talks, workshops, visitas guiadas, etc) e mais DJs.


Além de fomentar o turismo na região, em fevereiro a plataforma cultural MECA lançou e foi um dos primeiros doadores do fundo filantrópico PróBrumadinho (www.probrumadinho.org). O objetivo da iniciativa é arrecadar recursos que serão aplicados na região com foco em médio e longo prazo. Ainda serão desenvolvidas uma série de atividades em prol da comunidade de Brumadinho antes, durante e depois do festival.


O evento multicultural da plataforma MECA em parceria com o Instituto Inhotim tem a proposta de explorar os universos de música, arte, moda, tecnologia e conhecimento. Durante os três dias de evento, a exuberância do parque botânico e das galerias de arte do Inhotim são um destaque a mais além da programação noturna de shows e DJs e da programação diurna de talks e workshops.



Confira abaixo a programação do palco principal por dia:

Sexta (17/05)
Pitty (by TNT Energy Drink)
MC Tha
Castello
Women's Music Event (DJs Claudia Assef e Ana Flávia)


Sábado (18/05)
Gilberto Gil
Céu
Duda Beat
Festa RARA (DJs Bernardo Campos e Filipe Raposo)
Festa Alta Fidelidade (DJs Deivid, Fael, Garrell & Kowalsky)


Domingo (19/05)
Tulipa Ruiz
Lamparina e a Primavera
MAREH (DJs Cancian e DARRYN JONES)





MECAInhotim
17, 18 e 19 de maio de 2019
Instituto Inhotim: Rua B, 20, 35460-000 Brumadinho
Passaporte (03 dias) 1o lote - Meia Entrada Social (perante a doação de um livro) ou Estudante: R$ 320,00
Sexta, 17/05 (1º lote) - R$ 90 meia-entrada estudante e meia-entrada social (mediante doação de um livro em bom estado)
Sábado, 18/05 (1º lote) - R$ 220 meia-entrada estudante e meia-entrada social (mediante doação de um livro em bom estado)
Domingo, 19/05 (1º lote) - R$ 90 meia-entrada estudante e meia-entrada social (mediante doação de um livro em bom estado)
*Valores sujeitos à mudança de lote
Ingressos disponíveis em www.ingresse.com/mecainhotim-2019
Mais informações: www.mecainhotim.com
Evento http://www.facebook.com/events/591388434623955/
O ingresso dá direito à visitação completa em Inhotim a partir das 9h30.

Instagram: http://www.instagram.com/mecalovemeca/?hl=pt-br
Facebook: http://web.facebook.com/mecalovemeca/
Twitter: http://twitter.com/mecalovemeca
Medium: http://medium.com/mecalovemeca



Sobre o MECA

O MECA é uma plataforma multicultural que nasceu em 2010 como um festival de música no Rio Grande do Sul e hoje está presente em cinco estados do Brasil (SP, RJ, MG e PE). Com a proposta de ser um radar da cena cultural nacional e internacional, hoje o MECA produz festivais imersivos e multiculturais, gera conteúdo em canais de mídia proprietários, além de conectar pessoas, marcas e iniciativas culturais em projetos especiais ao longo do ano inteiro. Em 2018, foram mais de 1.400 horas de programação cultural e musical distribuídas em cinco festivais e em eventos na sede do MECA em Pinheiros, como pocket shows, DJ sets, talks e markets. Mais de 35 mil pessoas passaram pelos eventos do MECA em 2018.

Sobre Inhotim

Museu de Arte Contemporânea e Jardim Botânico, o Instituto Inhotim exibe de forma permanente obras de renomados artistas brasileiros e estrangeiros, integrando arte, botânica, paisagismo, arquitetura e educação. Desde a abertura, em 2006, o Instituto tornou-se um dos principais destinos turísticos e culturais do Brasil, e já recebeu três milhões de visitantes.

Nos 140 hectares de visitação, o visitante encontra 23 grandes galerias – 19 permanentes e quatro temporárias – e outras 23 obras de grande escala. No campo botânico, o público tem a oportunidade conhecer espécies de todos os continentes, que integram uma coleção de cerca de 4,5 mil plantas – algumas delas raras e ameaçadas de extinção.











Sua marca ou seu negócio no site e nas redes sociais !

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil