DESTAQUE

MODA: CRIS BARROS AW21 I Entre Céu e Terra

Imagem
"A coleção AW21 foi dividida em três capítulos e pensada como um exercício de olhar a natureza como escultura e a paisagem como arte; criando uma porta de entrada para a contemplação da luz, do tempo e do espaço. Dialogar entre o natural e o criado pelo indivíduo, ligando o físico ao efêmero em uma experiência sensorial transformadora que cria uma conexão entre o Céu e a Terra." - Cris Barros CAPÍTULO 1 - LANDART A arte da terra ou "Land Art", foi um movimento artístico que nasceu nos anos 60s, a partir da fusão da natureza e da arte onde a paisagem, além do suporte, faz parte da criação artística. O Capítulo 1 intitulado LANDART e dividido em 4 edições , homenageia essa experiência artística onde o observador interage com a obra, e a grandiosidade da natureza como fonte de inspiração; uma obra de arte perfeita. COLEÇÃO Dando continuidade no capítulo 1, CRIS BARROS apresenta agora o Inverno AW21 Entre Céu

ENTRETENIMENTO: Documentário sobre Ingrid Bergman encerra Cine Sesc de março

Em Campo Grande e em Corumbá, as sessões regulares do Cine Sesc de março se encerram com a exibição do documentário "Eu sou Ingrid Bergman". No Sesc Cultura, em Campo Grande, as sessões são na quarta-feira, 27, às 15 horas e depois às 19 horas e também na sexta-feira, dia 29, às 19 horas.


Usando os diários íntimos de Ingrid Bergman, além das cartas enviadas às suas amigas, o documentário traça todo o percurso pessoal e profissional da atriz, incluindo seus diversos casamentos, a relação controversa com os filhos, o escândalo de adultério, as mudanças para os Estados Unidos, França e Inglaterra os principais filmes e prêmios recebidos na carreira.


Corumbá – No Sesc Corumbá, as exibições acontecem dia 26 às 19h e dia 30 de março às 15h. Também encerrando a programação do mês, a Sessão Brasil na Tela exibe na quarta-feira, dia 27, às 19 horas o longa "Terras", dirigido por Maya Da-Rin. Na fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru, as cidades gêmeas Letícia e Tabatinga formam uma ilha urbana cercada pela imensa floresta amazônica. As delimitações territoriais são muitas vezes encobertas pela densa vegetação e as fronteiras se confundem nos rostos de seus moradores. Terras acompanha o ritmo deste lugar de encontro e passagem, aproximando-se do cotidiano de seus habitantes.


Até o dia 30 de março, sempre às quintas, sextas e sábados, o Sesc Corumbá realiza a Mostra Hong Sang-Soo que traz seis filmes do aclamado diretor sul coreano que dá nome à mostra e que tem por perfil o jogo narrativo reconfigurando a banalidade do cotidiano.




Confira as exibições desta semana:

28/03 – Produzido em 2015, o filme "Certo agora, errado antes", também com classificação de 12 anos, Ham Cheon-soo (Jae-yeong Jeong) chega à cidade coreana de Suwon um dia antes do previsto. Para passar o tempo, ele vai até um antigo palácio, onde encontra uma artista chamada Yoon Hee-jeong (Kim Min-Hee). Juntos, eles vão até a loja de Yoon para admirar suas pinturas, comer sushi e se conhecerem. Em seguida, eles vão para um bar encontrar com amigos de Yoon. Ao ser perguntado se é casado, Cheon-soo admite que sim e decepciona a artista.

 

29/03 – "Na praia à noite sozinha", é um filme que mostra a famosa atriz Younghee (Kim Min-hee) que tem a sua vida pessoal exposta após um caso com um homem casado. Ela acaba então decidindo deixar sua cidade e passar um tempo em Hamburgo, na Alemanha, e dar uma pausa na carreira. Ao retornar à Coreia, Younghee reencontra os velhos amigos e começa a refletir sobre suas possibilidades de futuro. Em noites regadas a álcool, ela se libera e diz o que realmente sente, gerando conflitos bem complexos com eles. A indicação é 14 anos.

 

30/03 – No último dia de exibição da Mostra, o diretor Hong Sang-soo traz um drama, com classificação de 12 anos. O filme "Filha de ninguém" mostra a saga de Haewon (Jeong Eun-Chae), uma jovem adulta que vive deslocada em Seul, capital da Coreia do Sul. Ela é uma estudante de cinema também que sonha em se tornar atriz e admira a francesa Jane Birkin. Quando descobre que sua mãe (Kim Ja-ok) está se mudando para o Canadá e que seus colegas de faculdade estão falando mal dela por conta do relacionamento que teve com um professor casado (Lee Sun-kyun), Haewon se enche de dilemas existenciais.




Serviço – O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. O Sesc Corumbá fica na rua 13 de junho, 1703 – Centro. Informações pelo telefone (67) 3232-3130. Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms










Sua marca ou seu negócio no site e nas redes sociais !

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil