DESTAQUE

BELEZA: V3A realiza live shop para L'Óreal com Juliette, Mônica Martelli e Luísa Brasil

Imagem
Evento que acontecerá em São Paulo, em 09 de dezembro, encerra um calendário de mais de 250 ações realizadas pela V3A para a L'Oréal ao longo de 2021 Show da Malia na Live Shop YSL - realização V3A Selando uma parceria marcada pela entrega de ativações e projetos de impacto, a V3A foi a vencedora da concorrência da última live shop deste ano para a Lancôme, marca do portifólio da L'Oréal Luxo. O evento, que acontecerá em São Paulo, contará com quatro diferentes cenários, terá transmissão pelo canal oficial do "Meu Mundo Lancôme" e contará com a apresentação de personalidades como Juliette, Mônica Martelli e Luísa Brasil, além, das influenciadoras do squad da marca. A live será realizada na próxima quinta-feira (09/12), das 19h às 20h. Com esta parceria de sucesso, ao longo de 2021, a V3A realizou mais de 250 projetos e ações para todas as 4 divisões da L'Oréal, incluindo o Centro de Pesquisa - Innova. Esta marca imp

TURISMO: Expoflora apresenta as miniflores e plantas como a grande tendência do mercado floricultor

Divulgação

Deus cria as espécies de flores e plantas, e o homem, as novas variedades. Essa parceria tem sido muito produtiva para o mercado de flores, que todos os anos apresenta lindas novidades ao público por meio da Expoflora, a maior exposição de flores e plantas ornamentais realizada em Holambra, interior de São Paulo.

O evento realizado de 29 de agosto a 28 de setembro, de sexta-feira a domingo, das 9h às 19h. Holambra fica a 140 km da capital paulista e a 40 km de Campinas. São esperados 300 mil visitantes. A 33ª edição da Expoflora tem o patrocínio da Ypê, Coca-Cola, Amstel, Cristal e Ultragaz e apoio da Prefeitura Municipal da Estância. Turística de Holambra.

A tendência da floricultura nacional em 2014 é marcada pelas miniplantas que chegam como novas variedades ou, simplesmente, plantadas em pequenos vasos para que fiquem menores. São vários os produtos oferecidos na versão minilírios,antúrios, kalanchoes, sansevieria, orquídeas e cactus, entre outros. Já os lançamentos trazem muitas espécies com novas variedades.

Entre eles, destaque para as dálias de vaso e de corte, para brasileiríssima sálvia, para a alocácia e o tomate heart, que nasce na forma de coração. Tem também novidades em rosas brancas e colorida, em lírios, antúrios, orquídeas, anêmonas e ranúnculos. Um espetáculo de cores, magia e alegria, parafraseando o tema da exposição de arranjos florais.



Pesquisa e crescimento do mercado

“O lançamento de produtos novos no mercado exige pesquisa e desenvolvimento de variedades que se adaptem satisfatoriamente e alcancem os resultados esperados. Isso demanda tempo, estudos e investimentos. Para o produtor chegar a estes resultados, teve que antever este cenário. Buscar informações de mercado, fazer um verdadeiro planejamento futuro para ir ao encontro ao que os profissionais e consumidores procuravam”, explica Rachel Ferreira Osório, gerente comercial da Cooperativa Veiling de Holambra que, juntamente com a Coperflora, responde por 50% de todo o comércio brasileiro de flores e plantas ornamentais.

Apenas na Cooperativa Veiling já constam do catálogo de produtos as versões mini do ananás, aspargo, cactus – inclusive do mandacaru -, crisântemo, cyclamen, orquídea denphalaen, girassol, ixora amarela e vermelha, violeta, kalanchoe e kalanchoe dobrado, samambaia havaiana e schefflera (arbusto). No mercado estão disponíveis, também, minivioletas, bico de papagaio, alocácias e gérberas.

São as novidades e as tendências que movimentam a floricultura nacional. Apesar da falta de mão de obra especializada e de chuvas na região Sudeste, grande produtora, o mercado deve crescer de 8% a 10% este ano, na mais pessimista das previsões. A Expoflora é a grande vitrine para que isso aconteça, pois permite apresentar ao mercado as novidades do setor e avaliar a opinião do público consumidor.


Miniflores e plantas são tendência no mercado




Minilírio Spray Orange Cocotte

produtor - Jan de Wit Lírios


Flores de pequeno porte, suave cor de laranja com folhas verdes escuras, sem pólen, e tem pétalas e sépalas mais durinhas do que o lírio asiático convencional. A variedade possui flores extremamente delicadas e clássicas que permitem um acabamento fino, leve e delicado aos arranjos florais. Por não ter pólen, sua durabilidade é maior e não mancha nem os arranjos e nem a roupa. Também não tem perfume. A variedade é holandesa e a técnica de produção ainda está sendo desenvolvida. Como a flor tem se adaptado ao manejo, em breve, entre cinco e nove novas cores devem chegar ao mercado brasileiro. O produtor Jan de Wit Lírios, de Holambra, tem usado tecnologia de ponta, com tratamento pós-colheita com produtos que aumentam a longevidade dos lírios e preservam a água isenta de bactéria por mais tempo do que o sistema de cultivo só com água limpa. A produção começou em julho com 5 milhastes/mês.






Miniantúrio Red Success



Produtor - Geraldo Barendse



Com apenas 12 cm esse miniantúrio desenvolvido na Holanda pode ser encontrado, por enquanto, na cor vermelho intenso. Mas, a partir do lançamento, novas variedades serão produzidas no Brasil por Geraldo Barendse, no Sitio Kiflor, em Holambra. São extremamente decorativos, não tem perfume e duram até 6 meses na casa do consumidor. A tecnologia empregada no processo de produção permite o total controle do clima, quanto à luz, temperatura e umidade. O cultivo teve inicio esse ano e a planta apresentou boa produtividade, com baixa porcentagem de perda.






Minikalanchoe dobrado



Jacob Theodorus Swart



As variedades usadas são diferentes das usuais e a planta é mais compacta por ser plantada em pote 06 cm. O produtor Jacob Theodorus Swart decidiu criar os minikalanchoes de olho na tendência de uso de pequenas plantas na decoração e jardins e da falta de espaço físico no cotidiano da vida urbana. A proposta é preencher esta necessidade de forma muito alegre e satisfatória. No Sítio Ipê Velho, em Holambra, foi destinada uma área 5.000m² de plantio para a produção de 260 mil vasos/mês. Como é um produto de baixo volume, pode-se aumentar a quantidade de vasos transportados, ocupando um pequeno espaço. Esta vantagem, aliada à alta durabilidade do kalanchoe, viabiliza a sua entrega em regiões bem longínquas. O kalanchoe é originário de Madagascar e, na versão mini, chega em diferentes nuances nas cores amarelo, branco, vermelho, laranja, rosa e vinho.






Sansevieria Cylindrica – Naturayo



Thomas Reeves



Essa Sansevieria mini, trançada, é brasileiríssima e originária do Ceará. Tem apenas 30 cm de altura. Trata-se de um produto de baixa manutenção, pois necessita de água apenas uma vez na semana e sua duração é indeterminada. Estudos da NASA creditam a essa planta características de purificação do ar. A produção é feita em campo aberto por Thomas Reeves Naturayo, em Paracuru, Fortaleza, Ceará. Chegou em maio de 2014 ao mercado com produção entre1.500 e 2.000 unidades mensais.






Mini Orquídea Little Lady



Blasco e Almeida



Essas miniphalaenopsis são trabalhadas individualmente em vasos personalizados ou em caixas coletivas no vaso tamanho 9 tradicional. Para o lançamento na Expoflora foi criado o duo "Mãe e Filha", (vasos 15 e 9), com cores semelhantes, e batizadas de Little & Love Lady. As “filhas” trazem hastes pequenas e flores que não ultrapassam os 5 cm. Já as “Mães” têm hastes entre 50 a 70 cm de altura e flores de 9 a 13 cm, dependendo da variedade. As cores são as tradicionais e variadas, como branco, rosa e amarelo, além das exóticas com nuances bem distintas. O perfume é muito suave e sua durabilidade varia de 60 a 90 dias Nas condições climáticas ideais, produz o ano inteiro. Essa variedade está sendo produzida por Marcelo Soares de Almeida, da Blasco & Almeida, na Fazenda Candelária, Araras/SP, em uma área de 15.000 m² de estufas automaticamente climatizadas. A produção prevista é de 300 mil mudas/ano. A palavra phalaenopsis origina-se do grego phalaina, que significa mariposa, e opsis, que quer dizer aparência. As espécies se distribuem por toda a Ásia Tropical, desde o sul da Índia até o leste de Nova Guiné e do Norte da China e Taiwan até o sul da Austrália.






Miniorquídea phalaeanopsis Amabilis



Chengpin Orquídeas



O tamanho dessas miniorquídeas variam de 3 a 4 cm. O produtor decidiu comercializá-las em xícaras, oferecendo-lhes uma linda estética para presente e decoração de escritórios, festas, restaurantes, brindes, aparadores e mesas. Sua durabilidade varia de 1 a 3 meses. Podem ser encontradas em mais de 10 muito mais cores em comparação ao mercado atual: listrados, brancos, salmão, vermelho, vinho, branco pintado, laranja listrado, rosa etc. Apenas as amarelas possuem perfume. Elas são produzidas pela Chengpin Orquídeas no Sítio Liu Sun, em Guararema, numa área de 10.000m², com previsão anual de 500 mil plantas.







Lançamentos trazem diversidade de espécies e variedades






Dália Dahlinova – (vaso)



Johannes H. I. Ruiter - Lisaflora



Sua origem é mexicana, mas as dálias podem também ser encontradas na América Central e Colômbia. Essas novas variedades, no entanto, foram desenvolvidas na Holanda. Elas chegam como a nova sensação do mercado de paisagismo porque são muito decorativas por apresentam flores em grande quantidade e diversidade de novas cores: branca, vermelha, amarela, bronze, laranja, rosa e bicolor foram trazidas da Holanda. A Dália é uma planta que se desenvolve melhor quando recebe o sol da manhã, podendo ser usada em jardins ou em floreiras para decoração. Essas novidades são produzidas por Johannes H. I. Ruiter, da LisaFlora, em Holambra.






Dália Rebecca’s World – (corte)



André Boursen



A mescla de cores é sensacional. Enquanto algumas pétalas são de um vermelho intenso, outras são bicolores, mescladas com o branco. A flor é enorme, como poucas no mercado. É ótima para buquê e arranjos, pois preenche os espaços. Dura entre 6 e 10 dias depois do corte. O perfume é muito suave, pouco relevante. A variedade ainda está sendo testada em Holambra pelo produtor André Boersen, por meio de cultivo protegido (estufas). A previsão da Cooperflora é que esteja disponível em escala comercial no começo de 2015.






Salvia Splendens



Alex Vermeulen



As novas variedades de sálvias chegam ao mercado com a Expoflora, bem na primavera, nas cores vermelho, branco, salmão, vinho, lavanda, bicolor. Também conhecidas como Alegria-dos-jardins e Sangue-de-adão elas bem que poderiam ser chamadas de “Cantinho dos beija-flores” por serem muito atrativas a esses passarinhos. A recomendação é que decorem os canteiros de jardins. A poda após o florescimento revigora a planta. A sálvia é brasileira. Essas novas variedades estão sendo cultivadas pelo produtor Alexandre Vermeulen no Sitio Horizonte Flores e Plantas, em Holambra, numa área de 1.000 m². A produção é de 2.000 vasos/semana. Elas estão sendo desenvolvidas com uma adubação especifica e irrigação por gotejo para o controle dos fungos. O regulador de crescimento permite manter o controle do padrão desejado para o mercado.






Tomate Heart – Máxima Flores



Richard Wiemeersch



Tomate ornamental em forma de coração conquistou a Europa e espera conquistar o público brasileiro. Foram testadas 20 variedades holandesas na produção para avaliar qual se adaptava melhor no clima do Brasil. As plantas medem entre 30 e 40 cm e produzem mais de 20 tomates cada, com durabilidade de 4 a 6 semanas no consumidor. O fruto, quando maduro, é vermelho. Esse tomate é produzido pela Máxima Flores, em Holambra, em uma área 1.000 m² em estufa aclimatizada com controle de temperatura, luz e umidade. O controle de pragas é feito com produtos naturais, como extratos de alho, de pimenta e de cravo. A produção atual é de 1.000 unidades por semana.






Rosa Mercedia



Anderson Esperança



Desenvolvida por especialistas europeus, inicialmente esta rosa apresenta um coral bem forte, mas, depois de aberta, a cor fica mais para o salmão. Seu tamanho varia de 40 a 60 cm e a flor dura, em média, 14 dias em vaso com água, desde que haja a troca a cada dois dias para que não acumule bactérias e prejudique o tempo de vida excelente pós-colheita. O cultivo protegido está sendo feito pelo produtor de Holambra Miguel Renato Esperança, na Fazenda Vale das Flores, em Andradas (MG). A área destinada ao cultivo dessa variedade é de 5.000 m² com produção prevista para 2014, de aproximadamente 480 mil.



Rosa Athena - Bela Vista



Mauro Fogaça



A variedade foi criada para atender a permanente demanda por rosas brancas. A Athena é uma criação do breeder (melhorista) alemão W. Kordes' Söhne, atualmente um dos principais criadores e produtores de rosas do mundo, presente em mais de 30 países há cerca de 125 anos. A cor de sua flor, denominada off white, contrasta lindamente com o verde escuro de sua folhagem brilhante. Trata-se de uma variedade com excelentes características: ótima e duradoura abertura da flor, pouquíssimos espinhos, folhagem brilhante e pétalas grossas que dificilmente apresentam danos mecânicos. O tamanho das hastes varia entre 50 e 60 cm. Duram, aproximadamente, 14 dias no vaso. A fragrância é leve e suave. A Athena chega ao mercado brasileiro em setembro de 2014. Na Europa, onde já comercializada há vários anos, é a rosa branca mais consumida. No Brasil está sendo produzida por Mauro Fogaça no sitio Bela Vista, em Andradas/MG. A área inicial destinada ao plantio é de 5.000 m², suficientes para as 25 mil plantas que devem produzir cerca de 700.000 rosas por ano.






Lírio Tiny Padhye



Geraldo Barendse



De origem holandesa o Tiny Padhye é bicolor (branco e vinho) e foi criado para ser utilizado em decorações e ambientes internos. A flor é produzida por Geraldo Barendse no Sitio Kiflor, em Holambra, com sistemas de controle total do clima, luz, temperatura e umidade. A partir de setembro estará disponível nas floriculturas e nos supermercados.






Lírio Nova Zembla



Jan de Wit Lírios



Trata-se de um lírio oriental de flores gigantes e perfumadas e de um branco neve maravilhoso. Dura entre 7e 10 dias pós a abertura da primeira flor. Seu perfume é envolvente. São híbridos e foram desenvolvidos na Holanda pelo processo de clonagem. Suas hastes são firmes e medem entre 25 e 30 cm de diâmetro. Essa nova variedade é cultivada no sítio Jan de Wit lírios, em Holambra, com produção regular que varia de 7mil a 10 mil hastes semanais. Dica: para que o lírio dure um pouco mais, basta retirar o polén. E, para que ele não manche a roupa ou as outras flores deum arranjo ou buquê, basta aplicar laquê no pólen antes que o mesmo. Jan de Wit Lírios produz variedades sem pólen, mas apenas na cor laranja (corte e vaso). Em seu sitio o sistema de produção foi batizado de “amigo do meio ambiente”. A água da chuva é coletamos em toda nossa área coberta das estufas para reservatórios, no processo de reciclagem; o substrato é reutilizamos várias vezes; são utilizados produtos alternativos ao tratamento convencional químico para o controle de pragas e doenças e é realizado tratamento pós colheita nos cortes para aumentar a vida útil das flores.






Lírio Bright Joy



Jan de Wit Lírios



Único lírio bicolor que mescla o amarelo e laranja no Brasil, a variedade é holandesa e faz parte de uma linha de produtos com nome “Alegria” plantada para abrir a primavera de 2014. Trata-se de uma variedade robusta, de folhas verdes escuras e flores vibrantes. Não tem perfume. O tamanho das flores varia de médio para grande. Ele dura de 7 a15 dias, dependendo dos cuidados e manutenção da água e insolação. Essa nova variedade é produzida pela Jan De Wit Lírios, em Holambra, em um modelo de estufa retrátil, com sistemas de irrigação por inundação, considerados como tecnologia de ponta que chega ao Brasil. O cultivo do Lírio Bright Joy ocupa uma área de 4 há, onde são produzidos entre 2.800 e 4.000 vasos/mês.






Anturios Red Brown Giant e Anoukin



Geraldo Barendse



O produtor Geraldo Barendse lança duas novas variedades bem exóticas de antúrios: o Red Brown Giant, com grandes flores na cor marrom avermelhado, e o Anoukin na cor roxo intenso. Desenvolvidas na Holanda, as novas variedades não tem perfume e duram até 6 meses. A produção está sendo feita no Sitio Kiflor, em Holambra.






Kalanchoes Isano, Calandya e Piton



Produtor: Geraldo M. A. Van Den Broek



A linha Sublime traz novas variedades de Kalanchoes melhorados geneticamente em laboratórios: o Isano, na cor lilás, a Calandya com graciosas pétalas bicolores laranja e creme que resultam numa aparência artística e faze dela uma atração e a Piton, na cor laranja amarelado. A umbela floral (inflorescência em forma de guarda-chuva) está bem redonda e a flor tem um coraçãozinho aberto e simpático. Os novoskalanchoes são produzidos por Geraldo M. A. Van Den Broek no Sitio Chuva de Ouro, em Holambra.






Orquídeas - Chian Xen Maggie, Wild Peach, Dendrobium Fantasy e Beallara Tahoma Glacier Green



Ecoflora Brasil



Ecoflora Brasil está introduzindo uma série de novas variedades de orquídeas no mercado em 2014. Entre elas, destaque para Chian Xen Maggie (rosa com pintas roxas) e a Wild Peach (pêssego com pintas pink), que trazem flores luxuosa e pétalas elegantes. Tem, ainda, a Dendrobium Fantasy, com flores em verde e rosa; a Beallara Tahoma Glacier Green, também conhecida como Cambria, cujas flores são brancas com pintas marrons, e a Odontocidium Tiger Crow Golden Girl, um híbrido intergenérico entre as espécies Odontoglossom e Oncidium. Essa orquídea possui pétalas delicadas e cor vibrante em duas composições: amarela com pintas marrons e amarelas com pintas vinho escuro.







Anêmona Fúcsia



Anderson Esperança



A italiana Anêmona chega na variedade Fucsia no tom hot Pink. Seu tamanho varia de 30 a 40 cm e as flores duram cerca de 8 dias em vaso com água. Elas não perfume, mas fazem muito sucesso na decoração. Sua produção começou em junho de 2014 e só vai até setembro. É uma flor que se fecha com o frio excessivo e se abre com o calor. A flor só aceita ser colocada em vaso com água, rejeitando a espuma floral. Ela é produzida por Miguel Renato Esperança na Fazenda ale das flores, Andradas-MG.



Ranunculus Solaris



Anderson Esperança



Essa variedade apresenta flores amarelas com o com centro verde. Seu tamanho varia de 30 a 40 cm. Dura cerca de 11 dias em vaso com água. Ela está sendo produzida por Miguel Renato Esperança na Fazenda Vale das Flores, em Andradas (MG). A produção começou em julho/14.



Serviço:

33ª Expoflora

Data: de 29 de agosto a 28 de setembro, de sexta-feira a domingo

Horário: das 9h às 19h

Localização: Holambra, SP 340, rodovia Campinas-Mogi Mirim, saída 140.

Ingressos: R$ 34,00 na bilheteria

Informações para o público: (19) 3802-1421 e expoflora@expoflora.com.br