MODA: Artesanato para vestir e investir


Hand Made in Brazil. Fotos: Divulgação

Crochê ou croché é uma espécie de artesanato feito com uma agulha especial, dotada de um gancho. Consiste em produzir um trançado semelhante ao de uma malha rendada.

O crochê tunisiano é uma técnica semelhante à do tricô manual, porém é realizado com uma única agulha com um gancho na extremidade, tal como a agulha de crochê tradicional.

A palavra "crochê" tem origem no francês medieval croké, termo que designava um instrumento de ferro recurvado, uma espécie de gancho, que permitia suspender ou segurar alguma coisa. No século XIX, surge na França a expressão broder au crochet (literalmente, "bordar com o gancho").

Ninguém tem a certeza de quando ou onde o crochê começou. Segundo os historiadores os trabalhos de crochê tem origem na Pré-história. A arte do crochê, como a conhecemos atualmente, foi desenvolvida no século XVI. O escritor dinamarquês Lis Paludan tentou descobrir a origem do crochê na Europa e fundamentou algumas teorias. A mais provável é a de que o crochê se originou na Arábia e chegou à Espanha pelas rotas comerciais do Mediterrâneo.

Também há indícios posteriores da técnica em tribos da América do Sul, que usavam adornos de crochê em rituais da puberdade. Na China, bonecas eram feitas com a mesma técnica. Entretanto, o autor afirma que não há evidência concreta sobre o quão antiga é a arte do crochê.

A origem mais provável vem da técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa por volta de 1700. Mas o crochê só começou a ser fortemente difundido em 1800. A francesa Eleonore Riego de la Branchardiere desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos.

Os trabalhos com a técnica do crochê podem ser realizados com qualquer tipo de fio ou material, a depender da peça a ser executada - uma toalha delicada ou uma colcha, um casaco, um tapete resistente etc.


Entre tantas técnicas manuais que se destacaram nas semanas de moda nacionais, o crochê reinou em desfiles de diferentes grifes.

Já faz tempo que o crochê invadiu nossos guarda-roupas. E basta lançar um segundo olhar para a última temporada de desfiles para saber que a técnica tem fôlego para permanecer em cena por mais algumas estações. Diversas grifes investiram suas fichas nessa trama que a gente adora usar.

Em produções praianas ou mesmo nas urbanas, os pontos (que podem ser usados tanto no inverno quanto no verão) ganham um ar mais leve, discreto e charmoso. O bacana é que as peças apresentadas nas passarelas tem um quê atemporal - ou seja, podem ser um investimento certeiro para quem quer comprar uma peça que possa ser usada em várias estações.

No litoral, o crochê é bem-vindo do biquíni à saída de praia. Cores alegres combina com as praias do Brasil. Aposte !

Na cidade pode misturar blusa de crochê com o bom e velho jeans que é o máximo. Mas vale também usar acessórios de crochê para arrematar os looks mais formais do ambiente de trabalho.

Quer mergulhar no mundo maravilhoso do crochê ? Então, dê uma olhada na coleção de NINHA CROCHÊS que surpreende em diferentes técnicas e prepara um guarda-roupa todo novo para você e sua casa a cada estação. NINHA CROCHÊS é artesanato para vestir e investir, é carinho levado até você !

Assista ao vídeo de apresentação: 

ou acesse link: https://www.youtube.com/watch?v=TeZtmg0zuRU

Para se manter conectados com as novidades da NINHA CROCHÊS é só acessar e curtir a fanpage no Facebook, onde você pode até fazer suas compras*:
https://www.facebook.com/ninha.croches.5#!/ninhacrocheslojavirtual?fref=ts 

Para comprar tamém é muito fácil, basta acessar o link da loja:
http://www.elo7.com.br/1e4276 



* Consulte valores no atacado para revenda

Postagens mais visitadas deste blog

Estilo Brasileiro, Zuzu Angel misturava seu estilo à temas regionais e folclóricos

Estilo Brasileiro, Valdemar Iódice desenvolve uma moda jovem imprimindo personalidade em sua grife

Estilo Brasileiro, Rose Benedetti foi a precursora da bijuteria no Brasil