Estilo Brasileiro, David Azulay foi o criador do sungão e do sunkini


David Azulay (Belém, 1953? - Visconde de Mauá, 10 de fevereiro de 2009) foi um estilista de moda brasileiro. Azulay, foi um dos pioneiros e principais divulgadores da moda praia do município do Rio de Janeiro, com destaque para o biquíni de lacinho. Criador do sungão e do sunkini, David era irmão de Simão Azulay, também do ramo da moda, falecido em 1988.


O estilista desenhou o primeiro biquíni no ano de 1972, para uma namorada. Fabricado de jeans, de dimensões pequenas, tornou-se muito popular nas praias cariocas. Depois, Rose di Primo, tornou-se garota propaganda da grife do estilista, espalhando a marca pelo litoral do país. Funda a Blue Man especializada em moda praia. A partir de 1979, estampas tropicais ganharam a Europa.


David sempre acreditou que a moda praia era um dos meios mais importantes de identificação e divulgação da cultura brasileira. A Blue Man nasceu em 1972 e fez história na moda praia mundial. A marca criada pelo paraense David Azulay foi responsável pela revolução no mercado e no estilo dos biquínis, levando para as praias do modelo de lacinho ao asa-delta, do sunkini ao fio dental. A estamparia exclusiva da Blue Man, marcada por uma forte brasilidade, se tornou o grande diferencial da grife.


Não há, no mundo da moda, uma história como a da Blue Man que tem início na viagem de um jovem rebelde que deixou sua terra natal, no Pará, para se aventurar no caldeirão chamado Ipanema, no final dos anos 60. O protagonista da história, David Azulay, desembarcou no Rio de Janeiro com o irmão Simão, em busca de um futuro diferente do previsto. O pai, Nissin Azulay, corretor de seguros, queria que os filhos seguissem o caminho do tio, médico famoso na cidade. O sucesso veio, porém, de modo inesperado e sem freqüentar os bancos das faculdades. O DNA da mãe, Dona Sol, bordadeira de mão cheia, falou mais alto e os dois irmãos decidiram investir nas experiências fashions.


O início dos anos 70, o empresário David Azulay, dono da grife de moda praia Blue Man, teve uma idéia genial. Ou melhor, roubou a idéia de um gênio. Mais precisamente de seu único irmão, Simão Azulay, que dava seus primeiros passos como estilista. Os dois eram adolescentes quando Simão começou a criar suas primeiras peças. Certo dia, David se surpreendeu ao encontrar um biquíni jeans, novidade na época, entre as coisas do irmão.


Decidiu vender a invenção para as lojas do bairro e voltou cheio de pedidos. “O Simão ficou louco quando soube”, lembra. O telefone do apartamento onde moravam começou a tocar. Do outro lado, clientes reclamavam. O biquíni não tinha elasticidade e, por isso, não passava pela perna das clientes. Sim, eles não se deram ao trabalho de fazer alguém provar o piloto. “Foi assim que decidi cortar dos lados e amarrar”, conta David. Nascia assim o biquíni de lacinho.


O inventor da peça que por muitos anos fez a cabeça de 99 entre 100 mulheres nas praias brasileiras é hoje um dos empresários de moda mais bem-sucedidos do país. Sua grife tem 36 anos e figura, com a Salinas e a Cia. Marítima, no concorrido topo da moda praia brasileira, com 27 lojas espalhadas pelo país. O nome da grife é tão forte que a decisão de trocar o Fashion Rio pela São Paulo Fashion Week, tomada por David este ano, despertou comoção no Rio de Janeiro, onde fica a sede da empresa.


Meu escritório é na praia

Além dos feitos comerciais, David chama a atenção por não se enquadrar em padrões. Para começar, está muito acima do peso em um ambiente que prima pela aparência esquálida. Não gosta de consumir, trabalha de chinelo e dirige uma Land Rover 92 toda batida. É raro vê-lo circular pelos eventos de moda. O estilista, que se considera na verdade um comerciante, fala o que bem entende. Afirma, por exemplo, que Alexandre Herchcovitch é “um chato, apesar de inteligente”.



Em vez de fazer pose, prefere cozinhar para a família em sua sala na fábrica da Blue Man, em Benfica, subúrbio do Rio. Os três filhos de Simão, Tomas, Rafael e Sol, trabalham com o tio. Manter o clima familiar parece ser importante para amenizar o maior golpe que David tomou, a morte do irmão, em decorrência da Aids, em 88. Porrada que só parou de doer quando, três anos depois, nasceu sua filha, Sharon, hoje com 16 anos. Ele se considera mãe da menina, que mora sozinha com o pai desde bebê – e nunca teve babá.


Além de fazer biquínis para mulheres de verdade, David entende de homem. Explico: foi ele quem ressuscitou o sungão, peça esquecida nos anos 50. “Adoro ver os caras usando sunga da Blue Man. Outro dia olhei tanto para um homem que a esposa começou a gritar: ‘Sua bicha gorda, como pode ficar dando em cima do meu marido?’”, ele conta, divertindo a repórter e os sobrinhos, que entram na sua sala sem bater e aproveitam para ouvir as histórias do tio.

Postagens mais visitadas deste blog

MARCAS e ESTILISTAS: Paco Rabanne, o inventor da armadura dos anos 60.